Promoções

'Amigos do Planeta' é programa de inclusão digital, com aulas de empreendedorismo e multimídia destinadas aos jovens carentes

Programa das Casas Bahia foi inaugurado nesta segunda-feira (23), com apoio da prefeitura de Maceió

27 de Julho de 2018, 13:36

As Casas Bahia inauguraram na manhã desta segunda-feira (23), em Maceió, no bairro do Jacintinho, o programa “Amigos do Planeta (Inclusão Digital)”, que realizará durante quatro semanas uma série de cursos gratuitos destinados aos jovens e outras pessoas carentes. Estão sendo oferecidas aulas de empreendedorismo para pequenos empresários, ou para quem está interessado em sê-lo; aulas de empregabilidade (assistente administrativo, telemarketing, primeiro emprego) e um curso de inclusão e educação digital que inclui oficinas de word, power point, excel, internet para serviços, blog, edição de vídeo e áudio e até animação. 

O programa foi instalado na Praça do Mirante, em um caminhão-baú equipado de computadores e diversas tendas espalhadas pelo local emprestado da prefeitura de Maceió. De acordo com Adriana Toledo, secretária executiva do gabinete do prefeito Rui Palmeira, o município buscou o projeto, que foi apresentado a Adriana à época da inauguração da primeira loja das Casas Bahia em Alagoas, no centro de Maceió, em maio deste ano. 

Adriana Toledo: 'O programa faz um resgate da cidadania'

“Quando eles nos mostraram o programa do ‘Amigos do Planeta’, dissemos que seria maravilhoso que ele viesse para cá. Estamos trabalhando com o projeto do governo federal ‘Juventude Viva’, que mapeou quatro bairros da capital, onde há o maior número de homicídios, e de problemas com drogas e delinquência. Então o programa das Casas Bahia vem ajudar a fazer um resgate da cidadania. É uma ação que favorece aos que mais precisam. Estamos felizes com a concretização dessa parceria. Será a primeira de muitas”, declarou Adriana. 

O conteúdo do “Amigos do Planeta” é do Comitê para a Democratização da Informática (o CDI), uma ONG criada no Rio de Janeiro há mais de 18 anos e que trabalha com o projeto das Casas Bahia já há cinco.  

“Nesses 18 anos, percorremos 12 países. Nos cinco anos que trabalhamos com as Casas Bahia cobrimos 36 cidades. A CDI surgiu na favela Santa Marta, no Rio”, informou o coordenador do projeto Marcello Marques. Segundo ele, em cada temporada de quatro semanas numa cidade, o “Amigos do Planeta” atende uma média de mil pessoas. 

As 224 vagas para esta semana esgotaram rapidamente. Para a próxima semana, as inscrições abrem na quinta-feira (26), a partir das 9h30, e encerram no sábado (28). Podem ser feitas no local dos cursos, na Praça do Mirante, levando RG e CPF – no caso de ser menor de idade, o aluno deve ir acompanhado de um responsável. As cargas horárias dos cursos variam de quatro a 15 horas.