Promoções

Governo abre inscrições para seleção de 30 bolsistas que desejam trabalhar com ações de desenvolvimento rural

Candidatos deverão ter experiência em assistência técnica e desenvolvimento rural

27 de Julho de 2018, 13:36

O governo de Alagoas abriu inscrições para seleção de 30 bolsistas que trabalharão em ações de desenvolvimento rural do Instituto de Inovação para o Desenvolvimento Rural Sustentável (conhecido pela sigla Emater), lotado na Secretaria de Estado da Agricultura e do Desenvolvimento Agrário (a Seagri). O edital está disponível no site da Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado de Alagoas (a Fapeal), no endereço sacte.fapeal.br/chamada/detail/51. Os interessados têm até o dia 16 para se inscrever.

Segundo o informativo do governo, a agência Alagoas, serão ofertadas 18 bolsas para profissionais de nível superior nas áreas de Assistência Social, Agronomia, Medicina Veterinária e Zootecnia, “e ainda 12 bolsas de nível médio com formação em técnico agrícola ou agropecuário”. Remunerações entre R$ 2.500 e R$ 1.500.

O edital indica que a seleção será dividida em três etapas: apresentação dos documentos, seleção de currículo e entrevistas. São necessários os seguintes documentos, que deverão ser anexados à ficha de inscrição: cópia da Carteira de Identidade, cópia do CPF, cópia do comprovante de residência, cópia do diploma e/ou certificados de conclusão de curso, cópia de documento que comprove a quitação de obrigações militares (para candidatos do sexo masculino), cópia de título de eleitor e de documento que comprove estar em dia com as obrigações eleitorais ou certidão negativa da Justiça Eleitoral. 

Os candidatos devem procurar a sede da Emater à rua Cincinato Pinto, 348, centro de Maceió, das 9h às 13h, de segunda a sexta-feira. As cópias dos documentos devem estar acompanhadas pelos originais para conferência.

“O novo edital selecionará profissionais com experiência em assistência técnica e extensão rural para atuar em projetos e programas de desenvolvimento rural do Estado de Alagoas. Entre os itens a serem cobrados estão conhecimento e habilidades em implantação e manejo de sistemas agroflorestais com agricultores familiares, manejo florestal comunitário e familiar, práticas de proteção, conservação e uso de água para consumo humano e para produção agrícola e animal, além de habilidade operacional em sistemas de informática (Word, Excel, internet), entre outros”, destaca o site da agência Alagoas. Mais informações pelo telefone (82) 3315 1376.