Promoções

Sebrae e Senai lançam projeto 'Moda' visando desenvolver a competitividade no setor têxtil e de confecções

Solenidade ocorrerá em Maceió, nesta terça-feira (6), na sede da Federação das Indústrias do Estado, no bairro do Farol

27 de Julho de 2018, 13:36

O Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (o Sebrae) e o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) fazem o lançamento do projeto “Moda: Desenvolvimento de Ações Criativas para o Fortalecimento da Competitividade Industrial”, que ocorrerá em Maceió, nesta terça-feira (6), às 9h, na sede da Federação das Indústrias do Estado de Alagoas (Fiea), na avenida Fernandes Lima, 385, no bairro do Farol. O projeto, que tem apoio da Secretaria de Estado do Planejamento e do Desenvolvimento Econômico (a Seplande) e do Sindicato do Vestuário do Estado de Alagoas (Sindivest), desenvolverá ações para promover a competitividade dentro do setor têxtil e de confecções. De acordo com o site de informações do governo, a agência Alagoas, um esforço coletivo será realizado “para levar conhecimento às áreas de design e modelagem”. 

No lançamento do projeto nesta terça-feira um “Caderno de Tendências de Moda 2015” e outro de “Tecnovação” serão apresentados aos estudantes de moda e design convocados para a solenidade. As publicações, segundo a agência Alagoas, apresentam novas tecnologias, inovações em materiais e em processos produtivos.

A gestora do Sebrae Ana Paula Dantas, da cadeia produtiva de confecções em Alagoas, diz que “a retomada do convênio entre o Sebrae e o Senai é importante porque traz para a cadeia produtiva a oportunidade para que os empresários de micro e pequena empresa se desenvolvam com as ações de criação e modelagem”. “O projeto”, afirma, “é bem aceito e de qualidade, o que desperta a criatividade nesse empresário para desenvolver coleções.”

Para a secretária do Planejamento e do Desenvolvimento, Poliana Santana, o setor têxtil e de confecções “deve ser estimulado”. “A partir do momento que oferecemos capacitação e orientamos para abertura de novos mercados, esses negócios tendem a crescer, movimentando toda a economia com a geração de emprego e renda”, observa.

Neste primeiro momento, o projeto “Moda” vai trabalhar com o segmento têxtil e de confecções, prevendo-se uma extensão do empreendimento para o setor de acessórios, joias, couro e calçados.