Promoções

'Corredor de Inovações' do Ifal traz invenções ao Congresso Acadêmico Integrado de Inovação e Tecnologia

Estudante Edson Ferreira e professora Daniele Gomes demonstraram a defumação do queijo coalho, reduzindo contaminação

27 de Julho de 2018, 13:36

O Instituto Federal de Alagoas (o Ifal) oferece ao público da segunda edição do Congresso Acadêmico Integrado de Inovação e Tecnologia (o Caiite 2014) o espaço “Corredor da Inovação”, apresentando diariamente, desde a abertura do evento na segunda-feira (18), duas iniciativas desenvolvidas por pesquisadores do instituto. O Caiite 2014, que está sendo realizado no centro cultural e de exposições Ruth Cardoso, à rua Celso Piatti, s/n, no bairro central do Jaraguá, encerra no sábado (23). As palestras, oficinas e apresentações culturais ocorrem no horário das 9h às 22h. A visitação é gratuita. 

O projeto “Elaboração de queijo coalho, defumado e condimentado”, do aluno Edson Ferreira, do campus do Ifal em Satuba (município distante 21 km de Maceió), aborda um dos tipos de queijo de maior consumo no Nordeste – ao tempo em que é, segundo o Ifal, um alimento com "altos índices de contaminação por bactérias que causam graves doenças”. 

O trabalho de Ferreira, orientado pela professora Daniele Gomes, busca eliminar esse aspecto nada saudável do queijo coalho. "A gente pensou em produção de queijo defumado e, para que ele ficasse mais inovador, defumado e condimentado. Foram testados queijos com azeitona, orégano, pimenta calabresa", explicou a professora.

Para o estudante, o resultado do projeto foi “gratificante”. “Mais ou menos 90% da produção de queijo coalho sofre com a contaminação em todo o Nordeste. A defumação vem reduzir essa carga microbiana em cerca de cem mil vezes”, informou.

Outro programa do Ifal no Caiite 2014 é o Núcleo de Inovação Tecnológica (NIT), que distribui cartilhas e folhetos informativos sobre patentes destinados a alunos e professores. "Numa cartilha, por exemplo, explicamos o que é desenho industrial, como ele se classifica e como faz para se proteger, o que pode ou não ser registrado e as vantagens de proteger o produto ou serviço", destacou a professora Daniele Gomes, informando, ainda, a realização no Caiite 2014 da primeira edição do projeto “Ideias Arretadas”. 

Segundo Daniele, os estudantes com as melhores ideias participarão do evento “Startup Weekend”, que será realizado em Palmeira dos Índios, em parceria com o Ifal, nos dias 5, 6 e 7 de setembro. "Para o ‘Startup Weekend’, o participante chega com uma boa ideia a desenvolver e, no final do evento, transformou-a em um produto. Outros estudantes colaborarão no desenvolvimento da ideia de outra pessoa", explicou a professora.