Especial

Em Maceió, ato público acontece em solidadeidade à Marielle Franco, assassinada no Rio de Janeiro

Diversas manifestações serão realizadas simultaneamentes por todo Brasil; vereadora foi assassinada junto do motorista Anderson Pedro Gomes

27 de Julho de 2018, 13:39

Em Maceió, nesta quinta-feira (15), às 16h30, acontece um ato público em frente à Camara Municipal localizada à praça Deodoro, Centro. Trata-se de uma manifestação em solidariedade à vereadora Marielle Franco (Psol), assassinada junto do motorista Anderson Pedro Gomes, na noite dessa quarta-feira (14), no bairro do Estácio, região central do Rio de Janeiro.

O carro em que a vereadora se encontrava retornava do evento "Jovens Negras Movendo as Estruturas", no bairro vizinho da Lapa, e foi surpreendido por volta das 21h30 por um grupo armado, que metralhou o veículo em que se encontrava Marielle, atingida por quatro balas. A assessora da vereadora, também atingida por estilhaços, foi socorrida e passa bem, prestando depoimentos após sair do hospital.

A principal linha de investigação aponta para execução. A perícia encontrou nove cápsulas de tiros no local. Os criminosos fugiram sem levar nada.

Marielle Franco tinha 39 anos. Socióloga de formação, foi a quinta vereadora mais votada da cidade nas eleições de 2016. Constantemente, expunha sua posição em relação à atuação violenta da Polícia Militar nas periferias do Rio, conclamando a população a lutar por políticas públicas voltadas às mulheres e contra a desigualdade social.

Um dia antes do ocorrido, Marielle havia renovado sua crítica à instituição militar na rede social do Twitter: "Mais um homicídio de um jovem que pode estar entrando para a conta da PM. Matheus Melo estava saindo da igreja. Quantos mais vão precisar morrer para que essa guerra acabe?"