Promoções

Revista Graciliano procura profissionais da Comunicação

Selecionados trabalharão como free-lancers nas próximas quatro edições da revista Graciliano; inscrições abertas

27 de Julho de 2018, 13:39

Nessa quarta-feira (16), em Maceió, a Imprensa Oficial Graciliano Ramos fez o lançamento do novo edital destinado a profissionais da Comunicação, nos segmentos Jornalismo, Fotografia e Ilustração. A iniciativa coincide com os dez anos da revista Graciliano, objeto de trabalho em 2018 para os colaboradores que forem selecionados. As inscrições, abertas a partir desta quinta-feira (17), devem ser feitas presencialmente na sede da Imprensa Oficial Graciliano Ramos à avenida Durval de Góes Monteiro, s/n, anexo B, no bairro do Tabuleiro dos Martins, parte alta da capital. O prazo é até 17 de junho.

“É uma satisfação enorme para a Imprensa Oficial lançar esse edital para que profissionais da Comunicação possam trabalhar na revista Graciliano Ramos. É um marco nesses dez anos da revista essa nova forma de contratação. Ela se dá de forma muito mais transparente e democrática”, declarou ao site o diretor-presidente da editora, Dagoberto Omena. Segundo ele, “estão estabelecidos no edital os critérios objetivos e cada profissional será pontuado”.

Dagoberto Omena: 'Essa forma de contratação se dá de forma mais transparente e democrática'

“Qualquer um”, afirmou Omena, “pode participar seguindo as regras do edital. É uma busca de novos talentos para que Alagoas consiga mostrar mais para o Brasil através da revista Graciliano, que já é consolidada no Brasil.”

O plano proposto no edital oferece 24 oportunidades de trabalho – 12 para jornalistas, oito para fotógrafos e quatro para ilustradores. De acordo com a Imprensa Oficial, os profissionais selecionados prestarão serviços como free lancer, elaborando conteúdo, ensaios fotográficos e ilustrações para as próximas quatro edições da revista Graciliano.

“Conforme disposto no edital, a remuneração varia de acordo com o segmento. Para jornalistas, a contrapartida é de R$ 3 mil por reportagem; para fotógrafos, R$ 2 mil por ensaio fotográfico, e para ilustradores, R$ 300 por ilustração – podendo ser até 15 por edição”, destacou o informativo da editora do governo. “Os profissionais serão selecionados por uma comissão avaliadora e estarão divididos em quatro equipes, que devem atuar simultaneamente na confecção das quatro edições da revista”.

De acordo com Dagoberto Omena, “os candidatos passarão por uma seleção rígida, que leva em consideração uma gama de documentos e certificações”. “Por isso”, declarou o diretor-presidente no press-release enviado à Redação, “é tão importante estarem atentos às exigências do edital. Mas eles serão classificados, sobretudo, pela experiência no mercado e pela qualidade do portfólio.”

A Imprensa Oficial informa, ainda, que os interessados podem requerer o credenciamento em mais de um dos segmentos propostos pelo edital, “desde que comprovem a qualificação”.