Especial

Feira 'Coopera & Troca' proporciona a circulação de livros infantis, gibis, cordeis, suspense, romances e biografias

Ocorrerá em Penedo, no sábado (30), no horário das 9h às 15h, o evento cujo objetivo é desenvolver o hábito da leitura nos jovens com a circulação de livros

27 de Julho de 2018, 13:39

PENEDO – A Cooperativa de Trabalho Nacional dos Bibliotecários e Profissionais da Informação (Bibliocoop) realiza a terceira “Coopera & Troca”, feira de troca de livros que ocorrerá no sábado (30), na praça Comendador Peixoto no município distante 149 km da capital. O evento, marcado para o horário das 9h às 15h, comemora o Dia Nacional de Cooperar.

“Para as permutas, serão aceitos livros infantis, gibis, cordeis, suspenses, ficções científicas, volumes de autoajuda, romances e biografias”, informa a comunicação da Bibliocoop, avisando que não recebe livros científicos, técnicos, didáticos e revistas. Não há limites para o número de livros que os leitores desejarem trocar.

Marcos Rocha, presidente do Sistema OCB/AL (que é formado pelo Sindicato e Organização das Cooperativas Brasileiras do Estado de Alagoas, além do Serviço Nacional de Aprendizagem do Cooperativismo no Estado de Alagoas), afirma que desenvolver o hábito de leitura “é um dos grandes desafios dos professores e pais”.

A segunda edição da 'Coopera & Troca' foi realizada no ano passado

"Ele é fundamental”, diz Rocha. “Assim, o indivíduo aprimora o vocabulário e dinamiza o raciocínio e a interpretação. Esse projeto representa uma porta para mundos novos. Parabenizo a iniciativa da cooperativa e torço para que os penedenses aproveitem bem a oportunidade.”, disse.

Para Marta Cavalcante, presidente da Bibliocoop, o objetivo da feira “Coopera & Troca” provocar uma circulação de livros que estão em casa guardados, podendo ser aproveitado por novos leitores. “Nós queremos que o conhecimento circule e essa feira de troca de livros cumpre esse propósito. Tudo é questão de hábito. E uma leitura realizada com prazer desenvolve a imaginação, a escuta atenta e a linguagem.”