Cultura

Wado faz o lançamento de 'Água do Mar nos Olhos', com trabalho original de artes visuais

'Água do Mar nos Olhos' venceu edital da Imprensa Oficial Graciliano Ramos; coquetel nessa sexta-feira (6), às 20h, com show de André Abujamra

27 de Julho de 2018, 13:39

Wado faz 41 nesta quinta-feira (5), preparando-se para o lançamento do livro “Água do Mar nos Olhos”, que foi um dos vencedores do edital 2016 de Obras Literárias da Imprensa Oficial. Marcado inicialmente para ser lançado na Bienal do Livro, em outubro passado, por conta da edição rebuscada composta de desenhos originais, dialogando com as letras do cantor e compositor, o volume acabou sendo programado para sair nessa sexta-feira (6), às 20h, com show de André Abujamra na unidade do Sesc à rua Barão de Maceió, centro da capital. O amigo Abujamra, cantor, compositor e multiinstrumentista paulistano, sobe ao palco às 21h.

“Estou num momento sabático entre o lançamento do disco ‘Precariado’ e seus primeiros shows em Portugal. Sinto que [o livro] vem como um presente de aniversário”, reconhece o autor em entrevista ao site. “É uma peça linda de acabamento e conteúdos. A diagramação contém experimentos nunca antes realizados pela Imprensa Oficial, tinta branca em papel craft e mesclas com papel couchê de alta gramatura, e diagramação super arrojada de Fernando Rizzotto.”

O livro será lançado em coquetel no Sesc, nessa sexta-feira (6), às 20h

No informativo da editora enviado à Redação, Rizzoto diz que o “traço criativo” de Wado “traz elementos presentes na sua música, como a malícia, o humor e a ironia, além de uma forte inspiração na pop art e na arte urbana”. “São 29 desenhos selecionados, feitos ao longo dos últimos 20 anos em cadernos de anotações e molesquines. Eles ilustram as páginas em papel craft do livro, que traz, ainda, sete galerias, em papel couchê, com 25 telas da produção mais recente do artista.”

Para o músico catarinense radicado em Maceió desde os oito anos de idade (com passagem pela capital fluminense e dez álbuns gravados), o diferencial do livro “é a soma das imagens às letras” das canções que compôs ao longo de 17 anos de carreira. “Considero ele um documento de obra, mas, mais do que isso, um livro de artes visuais.”

OUÇA AQUI O ÁLBUM
'Precariado' foi lançado há 46 dias

Quanto ao álbum profundo que lançou há menos de dois meses, o bem sucedido “Precariado” – influenciado pelo samba e pelo pensamento do linguista e filósofo Noam Chomsky –, Wado comemora. “O disco está indo bem, está nas listas de 25 melhores do ano e [o crítico] Marcelo Costa do [site] Scream And Yell e do Sesc SP o considera já ‘segundo melhor do ano’, atrás de Elza Soares."

Nada mal. Melhor ainda porque o músico fará o lançamento do álbum em Lisboa nos dias 18 e 19 deste mês. Ainda em Portugal, no dia 20, participará do evento “Tom de Festa”, em Tondela, cidade da Região das Beiras, centro de Portugal, conhecida pela produção de excelentes vinhos brancos.

“Acho que o ‘Precariado’ é mais palatável [do que os outros álbuns] no sentido de ser um retorno ao samba, é um disco irmão do ‘Samba 808’”, afirma o artista referindo-se ao trabalho de 2011.