Cultura

Teatro Popular de Ilhéus traz a comédia política de Shakespeare 'Medida por Medida'

A peça será montada ao ar livre e gratuitamente, nessa quinta-feira (12) em Arapiraca e no sábado (14) em Maceió

27 de Julho de 2018, 13:39

Nessa quinta-feira (12), em Arapiraca, o grupo Teatro Popular de Ilhéus apresenta ao ar livre, na praça Ceci Cunha, às 19h, o espetáculo “Medida por Medida”, comédia de William Shakespeare encenada pela primeira vez em 1604. A montagem da companhia baiana, selecionada pelo Programa Petrobras Distribuidora de Cultura 2018/ 2019, estreia em Maceió no sábado (14), na praça Multieventos (orla da Pajuçara), também às 19h. Ambas as sessões da peça são gratuitas.

Como parte do programa da Petrobrás, serão realizadas oficinas nas duas cidades. Em Arapiraca, esses encontros da trupe do Teatro Popular de Ilhéus com artistas e grupos culturais ocorrerão na Casa da Cultura, no Centro, sexta-feira (13): das 9h às 12h, “Desmontagem do Espetáculo para todos os Públicos”, e das 14h às 21h, “Da Dramaturgia à Cena para Grupos e Artistas”. As mesmas oficinas virão para Maceió, ocorrendo na segunda-feira (16), no Complexo Cultural Teatro Deodoro à rua Barão de Maceió, 375, Centro, no horário das 9h às 12h e das 14h às 21h.

'Medida por Medida' será apresentada gratuitamente ao ar livre em Arapiraca e Maceió
O texto de Shakespeare aborda as relações de poder, com a corrupção envenenando os governos

O Google diz que a obra do britânico Shakespeare “Medida por Medida” foi baseada na peça “Promos and Cassandra” e na novela “Heptameron of Civil Discourses”, ambas assinadas pelo conterrâneo George Whetstone (1544?-1587).

A estreia em 1604, segundo o Google, ocorreu perante a corte de Jaime I. “Foi uma das peças teatrais mais admiradas naquela época”, relata a enciclopédia livre de internet, afirmando que nobres, desgostosos do conteúdo do texto, atirava coisas contra os personagens durante as apresentações.

No informativo enviado à Redação, o cordelista Teatro Popular de Ilhéus resume a questão colocada pela comédia shakespeariana. “A lei é igual para todos?”