Cultura

'A Facção', nova série original brasileira da Netflix, abordará o 'universo inóspito' do sistema penitenciário

Paulo Morelli, sócio de Fernando Meirelles na produtora O2 Filmes, é o criador do programa em fase de produção

27 de Julho de 2018, 13:39

A Netflix – segundo eles próprios, principal serviço de entretenimento por internet do mundo – divulgou nesta quarta-feira (11) a nova série original brasileira que será exibida, em oito episódios, em 2019. Chama-se “A Facção” e é dirigida por um dos sócios da produtora O2 Filmes (“Cidade de Deus”, “Ensaio sobre a Cegueira”, “Cidade dos Homens”) Pedro Morelli.

“Ambientada nos anos 1990, o thriller irá seguir a história de Cristina, uma advogada honesta e dedicada, que descobre que seu irmão desaparecido há anos está preso e é líder de uma ascendente facção criminosa”, comenta o informativo da Netflix enviado à Redação.
Tornando-se informante da polícia, Cristina acaba ficando contra o próprio irmão, infiltrando-se na facção, daí questionando os próprios valores sobre lei e justiça.

"O que nos guiou até ‘A Facção’ é que, através da perspectiva de Cristina, a série convida o público a explorar o universo inóspito do sistema penitenciário de São Paulo dos anos 1990 com um dramático suspense", declara o vice-presidente de conteúdo original internacional da Netflix, Erik Barmack. "A trajetória de Cristina de empoderamento e corrupção é entrelaçada com as práticas da facção e criará apelo entre membros da Netflix por todo o mundo."

O showrunner (ou seja, criador de série de TV) Paulo Morelli diz estar “muito animado em produzir para a Netflix essa série de temática tão relevante”.

“Em um país em que as pessoas praticamente se acostumaram a conviver com níveis aterrorizantes de violência”, observa, “A Facção aborda a contraditória realidade brasileira, procurando entender melhor a origem do problema. Ao mesmo tempo, a série tem muito suspense e tensão, que promete deixar o público vidrado.”

O roteiro da série é de Felipe Sant’Angelo, Iris Junges, Leonardo Lev, Mirna Nogueira e Francine Barbosa. O elenco não foi divulgado.