Especial

Mulheres e LGBTQI+ realizam ato nacional em repúdio ao inominável que pleiteia a presidência do Brasil

Em Maceió, no sábado (29), campanha contra Jair Bolsonaro, que alimenta ódio às minorias e idolatra torturadores, ocorrerá na orla a partir das 15h

28 de Setembro de 2018, 11:22

Da Redação

Um ato político contra o candidato à presidência Jair Bolsonaro está marcado para acontecer em todo Brasil, no sábado (29) à tarde. Em Maceió, foi organizada uma programação cultural, com participação de artistas, grupos culturais e performers LGBTQI+. Haverá cortejo, saindo por volta das 16h da praça do antigo clube Alagoinhas (concentração às 15h), na orla da Ponta Verde, seguindo até o Posto 7 na Jatiúca. Acompanharão a passeata os grupos Afrocaeté, Afro Dendê, Capoeira Moriá Brasil, Boi Força Bruta e Coco Xodó Nordestino. 

Arielly Oliveira é uma das atrações do festival

“A cultura e arte popular se configuram como a voz de um segmento que luta e está de pé desde o golpe parlamentar em 2016. Com a fé cotidiana, os artistas trazem em suas manifestações a resistência dos saberes populares”, destaca o informativo da organização do evento enviado à Redação.

A artista Mary Alves diz que é preciso se “posicionar”. “A cultura e a arte são políticas e instrumentos legítimos de transformação social. O lugar da cultura é a favor do povo. É quebrando alienação, é formando verdades que nós sentimos na carne.”

May Honorato contra o presidenciável Jair Bolsonaro

No Posto Sete, o Festival de Cultura será aberto pelas cantoras Rita Namé e Wilma Araújo às 17h30. A programação conta, ainda, com a rapper Arielly Oliveira e as cantoras de MPB e samba May Honorato, Naná Martins e Mel Nascimento. Participarão, também, artistas do sexo masculino, como o sambista Igbonan Rocha e o grupo forrozeiro Fidellis e a Cabroeira. Artistas LGBTQI+ também se farão presentes, entre eles, Ísis Florescer e Lennon e Lírio Negro.

“Diversos movimentos, organizações e sindicatos apoiam e constroem o ato, dentre eles estão CPT, MTST, CUT, Fetag, MMTRP, MNLM, CMP, Movimento Povos da Lagoa, Secretaria de Mulheres do PT, Adufal, Sintufal, Sintietifal, Sindjus, Sindipetro, Sindicatos dos Bancários, Sindicato dos Urbanitários, Sinteal e Sindprev”, destaca o informativo do evento.

Para mais informações, ligue (82) 99632 6584 (Keka Rabelo) e 98229 9378 (Hammel). Confirme sua presença no ato aqui.