Cultura

Ana Cláudia Laurindo participa de 'Café Cultural' em tarde de autógrafos

Em ritmo de lançamento de 'Etnotrancoso alagoano: Colóquios não autorizados', escritora estará no shopping Maceió a partir das 17h; o livro custa R$ 30

20 de Dezembro de 2018, 15:59

A escritora Ana Cláudia Laurindo promove tarde de autógrafo nesta quinta-feira (20), a partir das 17h, dentro da programação do “Café Cultural” realizado pelo Café São Braz no shopping Maceió à avenida Gustavo Paiva, 2.990, bairro de Mangabeiras. O livro, "Etnotrancoso alagoano: Colóquios não autorizados", lançado em Maceió no começo do mês, é a primeira incursão da autora na ficção.

Cientista social e mestra em educação, Ana Cláudia Laurindo, natural da cidade de Matriz do Camaragibe, publicou cinco livros, contando com este "Etnotrancoso alagoano”, em que envereda pelo realismo fantástico.

Ana Cláudia Laurindo: 'Mulher combativa e mais que forte'

As histórias se passam na cidade fictícia de Enterro, lugar onde pessoas são enterradas vivas. “O cenário é a casa de farinha, o rio Camaragibe, as panelas de barro, a cavalhada, a lenda mal-humorada do Frão – o homem da calça arrochada acima do umbigo”, informa a autora em comunicação enviada à imprensa. “Quando dizemos que o nordestino de Enterro é, acima de tudo, um forte, afirmamos com igual certeza que a mulher combativa de lá é uma mulher mais que forte; ela é resistente e acima de tudo uma sobrevivente”, diz no prefácio da obra.

Ana Cláudia Laurindo explica que “esses encontros” no Café São Braz costumam acontecer depois que os autores lançam seus livros. “Isso possibilita a quem não pôde ir ao primeiro evento adquirir a obra, tendo direito a conversas informais, autógrafos e fotos.”

O volume custa R$ 30.