Turismo em Pauta

Temporada turística de fim e começo de ano em Maceió agrada empresários do turismo

Maceió recebeu turistas de várias regiões do Brasil e também do estrangeiro, atraídos pela beleza das suas praias de águas tépidas

11 de Janeiro de 2019, 11:45

Ivaldo Pinto é jornalista

Em dezembro e no início de janeiro deste ano Maceió recebeu turistas de várias regiões do Brasil e também do estrangeiro, atraídos pela beleza das suas praias de águas tépidas, emolduradas por coqueiros em profusão, um convite irrecusável para demorados mergulhos sob o sol bronzeador.

Aliás, os maceioenses se ufanam de possuir as mais belas praias urbanas do Brasil, e isso é pura verdade. E com um detalhe: a cor do mar, cuja tonalidade varia do verde ao azul – uma espécie de marca registrada do litoral de Alagoas.

Se as praias urbanas de Maceió são bonitas de dia, imagine à noite, especialmente nas festas de Natal e Ano Novo, quando a prefeitura enfeita a orla marítima com bela decoração natalina, uma atração a mais para turistas e nativos.

No mês de dezembro e na primeira semana de janeiro, o movimento nas praias foi grande, especialmente à noite, quando as pessoas foram ver de perto a decoração de Natal, fantástica. Adultos e crianças se encantaram com o que viram, e não faltaram selfies para registrar o momento mágico.

Nesse período, hotéis e pousadas registraram altas taxas de ocupação.  Por sua vez, os restaurantes e barzinhos da orla, a feirinha da Pajuçara e o Pavilhão do Artesanato atraíram muitos turistas. Enfim, foi uma boa temporada para os empresários de turismo que ficaram satisfeitos com os resultados obtidos.

Notas

Secretário de Turismo (PE) Rodrigo Novaes/ Foto/ Elvis Aleluia
  • A Secretaria de Turismo e Lazer de Pernambuco tem novo secretário. Trata-se do deputado estadual Rodrigo Novaes, que foi apresentado oficialmente na quarta-feira (3), no Centro de Convenções de Pernambuco. Ao discursar, Novaes comprometeu-se em dar continuidade aos projetos desenvolvidos pela pasta ao longo da primeira gestão do governo Paulo Câmara e também desenvolver uma gestão voltada para a interiorização do turismo. Disse que quer manter as portas abertas para ouvir sugestões e críticas dos servidores, e enfatizou que estará sempre em diálogo com o trade turístico. Rodrigo Novaes, 38 anos, é formado em direito pela Universidade Federal de Pernambuco; está no terceiro mandato de deputado estadual, e é vice-presidente estadual do PSD.
Portobello Ondina, um bom hotel de Salvador
  • A rede hoteleira de Salvador, que passava por dificuldades, deu uma respirada e fechou 2018 (janeiro a dezembro), com 62,14% de taxa de ocupação, um incremento de 10% em relação ao mesmo período do ano anterior, que foi de 56,34%. Segundo o presidente da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis e (Abih-BA), a hotelaria da capital baiana fechou o ano em crescimento, com as melhores taxas de ocupação dos últimos sete anos e um incremento de 11% no Revpar, mas precisa ainda melhorar o crescimento da diária média. Em dezembro de 2018, a taxa de ocupação foi de 66,40%, comparando-se com o mesmo período do ano anterior, que foi de 59,09%. Para o dirigente da ABIH-BA, a tendência é que a taxa de ocupação e o fluxo de turistas aumente na capital baiana, no período de verão. A expectativa é que, em janeiro deste ano, a taxa de ocupação seja entre 90 a 93%.
  • Estudo publicado recentemente pela consultoria inglesa OAG, especializada em aviação, aponta que o aeroporto de Brasília é o terceiro mais pontual do mundo, na categoria que opera entre 10 e 20 milhões de passageiros. Para a OAG, uma viagem é considerada pontual quando decola ao destino em menos de 15 minutos de programação. A análise foi feita a partir do trabalho das companhias aéreas e dos terminais pesquisados.  De acordo com a consultoria, 86% dos  voos registrados no ano de 2018 que partiram da capital federal seguiram dentro da margem de pontualidade. A aeroporto de Brasília é um dos maiores hubs, além de ser o terceiro mais movimentado do Brasil. O terminal também possui a maior capacidade de pista do país, onde pode operar voos a cada 53 segundos.
Avenida Paulista terá hotel do grupo português Vila Galé/ Foto/ Rafael Neddermeyer
  • São Paulo, a maior metrópole da América Latina, será contemplada com uma unidade do grupo hoteleiro português Vila Galé, a partir do primeiro trimestre de 2020. Trata-se do Vila Galé Paulista, um prédio de 11 andares (antes, edifício de escritórios), que será transformado em hotel, com 104 quartos, um bar no rooftop, um restaurante e uma cafeteria. O empreendimento do grupo hoteleiro português Vila Galé terá localização privilegiada, próximo da Avenida Paulista, rodeado de opções culturais e de lazer. A Vila Galé tem a maior rede de resorts do Brasil, a maioria no Nordeste. O grupo possui três hotéis de cidade, no Rio de Janeiro, em Salvador e em Fortaleza, e seis resorts, em Angra dos Reis (Rio de Janeiro), Cumbuco (Ceará), Guarajuba (Bahia), Cabo de Santo Agostinho (Pernambuco) e Touros (Rio Grande do Norte).

Contato: ivaldopintodebarros@hotmail.com