Promoções

Escola de música em Maceió dá início a oficinas de canto e de elementos de composição

As aulas começam nesta segunda-feira (14), ministrada pelos bachareis em canto Diogo Oliveira e Claudinete Lima e pelos instrumentistas Felipe Brandão e José Rocha Batista

14 de Janeiro de 2019, 09:46

Jorge Barboza/ Editor

Começa nesta segunda-feira (14) a oficina de “Canto e Técnica vocal”, ministrada pelos professores (ambos bacharéis em canto) Diogo Oliveira e Claudinete Lima. As aulas, de segunda a sexta-feira – no horário das 18h às 21h, somando um total de 30 horas aulas – ocorrerão em Maceió, à rua Antônio Pedro de Mendonça, 218, no bairro da Pajuçara (próximo à praça Rex). O investimento é de R$ 150. Foram abertas 15 vagas – corra para se inscrever ligando (ou enviando mensagem) para o número (21) 97591 8816. As aulas vão até o dia 25.

A iniciativa é da escola Studio Vox – inicialmente um projeto encabeçado por Diogo Oliveira, agora transformado em cooperativa. O estúdio promove, ainda, a oficina de “Instrumento musical e Elementos da Composição”, que também começa nesta segunda-feira, seguindo até o dia 18 ministrada pelos músicos Felipe Brandão e José Rocha Batista no horário das 15h às 17h. O investimento é de R$ 80. As duas oficinas emitirão certificados de participação.

Diogo Oliveira: 'Oficinas de caráter intensivo'

”Essas oficinas vão ter caráter intensivo”, informa o tenor Diogo Oliveira. “A gente vai fazer um curso de canto e técnica vocal com três horas diárias durante esses dez dias. Vão ser focados técnica e seus conceitos – conceitos de técnicas. Vamos fazer um passeio, também, pelas escolas de canto lírico e de canto popular brasileiro. E escola do canto popular comercial americano, que, consequentemente, focará o belting [técnica utilizada no teatro musical]. A gente vai buscar pontos em comum entre essas três escolas. E quando a gente fala sobre técnica, queremos questionar se existe uma técnica que consegue embasar tudo isso. Faremos um passeio e uma reflexão sobre técnica vocal mesmo, dentro dessas escolas, desses diversos estilos aos quais os alunos chegam no curso.”

Oliveira informa que a soprano Claudinete Lima é sua parceira no Studio Vox desde julho do ano passado. “Estamos caminhando para ser a primeira cooperativa em educação musical no Estado de Alagoas. Para isso, juntamos essa trupe toda. O Felipe Brandão, que é violoncelista, violonista, formado pela Ufal em licenciatura, tocou na Orquestra Sinfônica da Universidade, na Filarmônica de Alagoas e atua como educador musical. O José Rocha Batista, que também é formado em licenciatura pela Ufal, é violoncelista da Sinfônica de Alagoas. Estamos nos estruturando, vendo a questão burocrática da cooperativa.”

O artista e professor explica que a oficina de instrumentos musicais e elementos da composição se destina ao pessoal que toca violão, guitarra, teclado, contrabaixo, sanfona. “Enfim, eles vão pegar esses instrumentos mais populares e vão trabalhar um pouco de prática, de técnica – dar algumas dicas de técnicas mesmo, dentro dessa questão dos instrumentos de corda. E vão focar nos elementos da composição: desenvolvimento de motivo melódico, repetição – se repete se não repete –, desenvolvimento do tema. É uma oficina muito interessante.”