Lugares

'Praia Acessível' busca inclusão de pessoas com deficiência para o paraíso das águas maceioense

Projeto criado no ano passado retorna em fevereiro com novos equipamentos e uma 'guarderia' para facilitar a diversão de turistas e cadeirantes

21 de Janeiro de 2019, 16:04

Da Redação

Posicionando-se “na mira do desenvolvimento do turismo inclusivo”, a prefeitura de Maceió divulga investimento em serviços e equipamentos para tornar a praia da capital “acessível” a pessoas com deficiência. A meta, segundo o site oficial do município, é “garantir que os maceioenses e turistas cadeirantes que chegam à capital na alta temporada possam aproveitar o principal atrativo do destino, a praia”.

“Esse é o objetivo do projeto ‘Praia Acessível’, que disponibiliza cadeiras anfíbias para transporte de pessoas com deficiência física, mediante solicitação”, destacou a Secretaria Municipal de Turismo em reportagem desse domingo (20), informando que “uma série de atividades" será desenvolvida na orla, uma por mês.

Secretário do Turismo Jair Galvão (à dir.): 'Que a capital avance'

De acordo com o site da prefeitura, o “Praia Acessível”, que já ocorreu algumas vezes no ano passado e deverá ser retomado em fevereiro, será ampliado e disponibilizado diariamente. Isso depois da instação, na praia da Pajuçara, de um equipamento público batizado de “Guarderia Acessível”. O dispositivo será construído em parceria com o governo federal e iniciativa privada.

Em dezembro a atividade contou com a adesão de 400 pessoas

O secretário do Turismo, Jair Galvão, disse que “a prefeitura de Maceió entende que a acessibilidade é fundamental para o desenvolvimento do setor turístico”. “A capital alagoana tem tudo para se tornar referência com a construção da Guarderia, que ampliará o atendimento a turistas e maceioenses com deficiência. Em parceria com a iniciativa privada, vamos trabalhar para que a capital avance na oferta desses serviços.”

As cadeiras anfíbias podem ser solicitadas à Secretaria de Esporte, Lazer e Juventude, responsável pela coordenação do projeto. Basta ligar para o número (82) 99102 4596 e se informar sobre a disponibilidade do equipamento.

Em dezembro do ano passado, o “Praia Acessível” reuniu cerca de 400 pessoas na Pajuçara. “Estamos nos reestruturando e comprando mais equipamentos já para a próxima edição, com foco na programação das prévias carnavalescas. Estão programadas muitas atividades recreativas”, comprometeu-se o diretor técnico e coordenador do projeto, João de Barros.