Promoções

Edital da Algás premia empreendimentos de quatro associações em Maceió

Empresa seleciona projetos de educação, esporte, saúde, meio ambiente e cultura; quarta edição do concurso será divulgada 'nos próximos meses'

07 de Fevereiro de 2019, 10:35

Da Redação

Após a formalização dos contratos, ocorrida na terça-feira 29, determinando o patrocínio de quatro projetos selecionados pelo edital "Algás Social 2018-2019", a distribuidora Gás de Alagoas confirmou esta semana a realização da quarta edição do "Algás Social". O certame, que acontece anualmente, será divulgado, segundo a assessoria de comunicação da empresa, “nos próximos meses”.

Diretor presidente Arnóbio Cavalcanti: 'Transformação social'

A companhia fundada em 1993 contemplou este ano os seguintes projetos: “Coração de Estudante”, da Fundação Cardiovascular de Alagoas – possibilitando avaliação cardiológica e identificação de cardiopatias congênitas de crianças até cinco anos; “5º Festival de Artes Cênicas de Alagoas – Festal”, da Rede de Artes Cênicas de Alagoas – apresentando um conjunto de ações voltado para bairros da periferia de Maceió, com espetáculos e oficinas; “Mundaú Lagoa Aberta”, do Instituto Quintal Cultural – ofertando atividades culturais, de lazer e entretenimento na região lagunar da capital, e “Mostra Sururu de Cinema Alagoano – Edição Comemorativa de Dez anos”, da Associação Artística Saudáveis Subversivos, que estimula a produção cinematográfica de Alagoas.

Cada um dos projetos relacionados acima receberá recursos no valor de R$ 30 mil. O total do investimento da Algás é de R$ 120 mil.

De acordo com o informativo enviado à Redação, o diretor presidente da Algás, Arnóbio Cavalcanti, e o diretor técnico e comercial Flávio Barros receberam na sede da companhia, na capital, os representantes das iniciativas aprovadas. “Com a assinatura, eles já podem executar suas atividades até o fim deste ano”, sinaliza o press-release.

Arnóbio Cavalcanti disse que “por meio de iniciativas como essas, a transformação social acontece e se espalha por todo o nosso Estado”.