Especial

Carnaval 2019 será comemorado em oito bairros da capital

Prefeito Rui Palmeira fez a apresentação nesta terça-feira (19) dos festejos de Momo, indicando, também, apoio às prévias carnavalescas a partir de sexta-feira (22)

19 de Fevereiro de 2019, 15:32

Da Redação

O prefeito Rui Palmeira fez apresentação do Carnaval de Maceió 2019, em café da manhã que aconteceu na manhã desta terça-feira (19), no Mercado Público do Jaraguá, na região central da capital. “Na ocasião, também foi feita a entrega dos certificados para os 54 blocos e os oito polos carnavalescos selecionados por meio de chamadas públicas”, informa o site do município, destacando a abertura de editais como “a forma mais democrática que a prefeitura encontrou para fomentar a programação das prévias e do Carnaval em Maceió”.

Rui Palmeira garante que o período carnavalesco em Maceió vai ser “muito animado”. “Além das tradicionais prévias, o Carnaval contará com polos espalhados pela cidade, que devem levar animação e alegria para vários bairros. Certamente teremos muito frevo, samba, afoxé, bumba-meu-boi. Este ano também estamos dando, por meio de edital, apoio financeiro aos blocos das prévias. Nosso objetivo é sempre apoiar as tradições e estimular nossa cultura.”

Rui Palmeira, Marcelo Palmeira e o escritor Carlito Lima, responsável pelo Carnaval na praia

Os oito polos carnavalescos são os seguintes: Ponta Grossa, Bebedouro, Fernão Velho, Praia, Benedito Bentes, Ipioca, Jacintinho e Pontal da Barra. O Carnaval mesmo vai rolar entre os dias 2 e 5 de março, com as prévias começando já na próxima sexta-feira (22). O vice-prefeito Marcelo Palmeira diz que “o carnaval de Maceió vem sendo potencializado a cada ano”. Segundo ele, a prefeitura “tem incentivado” os polos carnavalesco nos bairros “para manter a nossa tradição”. “É uma festa muito acessível e buscamos atender a todos os gostos.”

A Fundação Municipal de Ação Cultural (a Fmac) promoverá desfile de escolas de samba e de grupos de Bumba Meu Boi, além de apoiar os diversos blocos carnavalescos, bandas, afoxés e orquestras de frevo. O diretor-presidente Vinícius Palmeira aponta para o que ele chama de “consolidação de uma política cultural em Maceió”. “Este é o principal motivo para comemorar”, afirma. Segundo ele, a seleção de blocos por edital “é uma política cultural” bem-sucedida da gestão Rui Palmeira. “Selecionamos 54 blocos e oito polos, distribuídos em toda a cidade. Isso fortalece a nossa tradição, que está sendo passada de geração em geração. Os coletivos culturais é uma forma de renovação, de ritmo e de interesse dos mais jovens por estas tradições.”

De acordo com o noticiário oficial, o município irá beneficiar 50 blocos com 200 a dois mil integrantes com ajuda de custo de R$ 5 mil, três blocos de até 20 mil integrantes com R$ 10 mil e um bloco com mais de 20 mil integrantes com ajuda de custo de R$ 50 mil. “Além de dois coletivos culturais para organização de desfiles específicos com ajudas de custo de R$ 20 mil”, informa.

De acordo com o site, a prefeitura destinou, também, uma verba de R$ 90 mil para a organização do desfile das escolas de samba. Serão investidos R$ 470 mil na estrutura dos polos e das prévias, disponibilizando palco, som, iluminação e banheiros químicos.