Cultura

Alaíde Costa, Claudette Soares, Eliana Pittman e Márcio Gomes cantam o repertório de Dalva de Oliveira

Turnê em homenagem aos 100 anos da superestrela dos anos de ouro do rádio estreia em Maceió, em única apresentação, no domingo (19), às 20h

18 de Maio de 2019, 10:22

Jorge Barboza/ Editor

Uma trinca de três cantoras excepcionais, Alaíde Costa, Claudette Soares e Eliana Pittman – Alaíde e Claudette com uma trajetória que começa ainda nos anos 1950, musas da bossa nova e de outros movimentos musicais como a Jovem Guarda (Claudette) e o Clube da Esquina (Alaíde); Eliana Pittman de musa da soul music no final dos anos 1960 a  rainha do carimbó na década de 1970 –, mais o jovem crooner Márcio Gomes (herdeiro de grandes cantores brasileiros como Altemar Dutra e Agnaldo Rayol), estarão em Maceió nesse domingo (19) na superprodução “100 Anos de Dalva de Oliveira”.

A apresentação única no domingo, às 20h, ocorrerá no Teatro Gustavo Leite (Centro de Convenções) à rua Celso Piati, s/n, bairro central do Jaraguá. Os ingressos custam entre R$ 50 e R$ 120 e podem ser adquiridos pelo site aqui. Ou nos seguintes pontos de venda: Aimê Acessórios na rua Mário de Gusmão, 507, Ponta Verde; Acesso Vip no shopping Parque, térreo, Cruz das Almas, e no supermercado Unicompra, térreo, Farol. Para mais informações, ligue (82) 3235 5301.

Alaíde Costa: musa da Bossa Nova e do Clube da Esquina/ Foto/ Facebook Thiago Marques

A turnê que agora circula pelo Nordeste estreou no ano passado no eixo Rio-São Paulo e é um desdobramento do show que homenageava, em 2017, os 100 anos da estrela Dalva de Oliveira (1917-1972) e que acabou virando um álbum duplo (Biscoito Fino), com 32 faixas e participação de dezenas de artistas – desde a veterana Célia (2947-2017), em sua última gravação, a estrelas da nova geração como Felipe Catto.

Com roteiro e direção de Thiago Marques Luz – que concebeu o show original que resultou no álbum “100 Anos de Dalva de Oliveira” –, o espetáculo tem direção musical do pianista Alexandre Vianna e produção executiva da produtora do apresentador Amaury Junior, a Idearte. A turnê “100 Anos de Dalva de Oliveira”, de acordo com seus produtores, “reserva momentos de grande emoção e passeia por todos os estilos que foram imortalizados por Dalva de Oliveira; do samba canção ao samba exaltação, passando pelo bolero, pelo tango e até pelas marchinhas de carnaval”.

Prepare-se para ouvir clássicos como “Ave Maria do Morro”, “Bandeira Branca”, “Máscara Negra”, “Kalú”, “Tudo acabado”, “Neste mesmo Lugar”, “Errei sim”, “Hino ao Amor”, “Segredo” e outras pérolas que – não há como negar – estão como afirmam os produtores “no inconsciente coletivo do povo brasileiro desde as décadas de 1950, 1960 e 1970”.