Lugares

Secretários de Estado vão à Serra da Barriga conferir obra de acesso ao Parque Memorial Quilombo dos Palmares

Titulares das pastas dos Transportes, Cultura, Turismo e Direitos Humanos foram até União dos Palmares na terça-feira (21); na ocasião, falaram de 'estratégias' para o desenvolvimento cultural e turístico da região

23 de Maio de 2019, 11:40

Da Redação

UNIÃO DOS PALMARES – O Parque Memorial Quilombo dos Palmares, na Serra da Barriga, recebeu na terça-feira (21) os secretários de Estado Mosart Amaral (Transportes e Desenvolvimento Urbano), Mellina Freitas (Cultura), Maria Silva (Direitos Humanos) e Rafael Brito (Desenvolvimento Econômico e Turismo). Eles se dirigiram até o município distante 79 km da capital para conferir a obra de pavimentação dos 7,4 quilômetros que dão acesso à serra, realizada pelo programa “Pró-Estrada”, da Secretaria de Estado do Transporte e Desenvolvimento Urbano.

De acordo com o site de notícias do governo, “na oportunidade, os gestores aproveitaram para articular estratégias”. A ideia, segundo reportagem publicada nessa quarta-feira (22), é proporcionar ao parque “o devido reconhecimento”, investindo-se na cultura da região e em atividades turísticas.

Rafael Brito, Mellina Freitas, Mosart Amaral e Maria Silva: secretários no Parque Memorial

De acordo com Agência Alagoas, o novo acesso “contou com serviços de drenagem, pavimentação asfáltica e com paralelepípedos, sarjetas, passeios para pedestres e implantação de pórticos”. “Estão em fase de implantação as sinalizações vertical e horizontal em todo a extensão que dá acesso ao local”, informou Mosart Amaral.

Para Mellina Freitas, a pavimentação e demais serviços feitos no local “marca um novo tempo para o parque”. “Alagoas é o berço do maior símbolo da luta e resistência afro no mundo”, afirmou ao site, destacando o “grito de liberdade” do herói Zumbi (União dos Palmares, 1655-1695). “Essa obra foi um divisor de águas, valoriza o nosso patrimônio cultural e desperta o sentimento de pertencimento do alagoano.”

Trecho pavimentado do acesso à Serra da Barriga com passeio para pedestres

Maria Silva, secretária da Mulher e dos Direitos Humanos, disse caber à população, “especialmente o movimento negro”, planejar ações em conjunto com o Estado. “Vamos consultar o movimento negro e toda raiz afro-brasileira que temos em Alagoas para concretizar mudanças que realmente tragam benefícios para esse povo. A Serra da Barriga é antes de tudo um patrimônio do povo negro, que criou nessa terra o maior símbolo de resistência do mundo. A melhoria no acesso deve aumentar o fluxo de turismo no local, mas não se pode deixar de lado o valor histórico e espiritual que o lugar tem, já que é um sítio arqueológico e de identidade.”

Rafael Brito observou a necessidade de se desenvolver uma infraestrutura em torno do Parque Memorial. “Com a implantação e pavimentação do acesso à Serra da Barriga, agregamos mais valor às ações do turismo. Com a conclusão da obra, será a nossa vez de assumir e juntar esforços para fazer com que o destino amplie a geração de mais oportunidade, riqueza e renda para o povo palmarino.”