Turismo em Pauta

União dos Palmares pode se tornar polo turístico importante com a exploração do turismo étnico e cultural

Com sua mágica Serra da Barriga, o município devia ser melhor trabalhado pelo governo do Estado, por meio do órgão oficial de Turismo,  em nível nacional e internacional

14 de Outubro de 2019, 14:23

Ivaldo Pinto é jornalista

União dos Palmares, na Zona da Mata, tem tudo para se transformar num importante polo turístico de Alagoas com o aproveitamento do turismo étnico e cultural. Potencial não lhe falta. A Serra da Barriga, por exemplo, a maior atração, com forte apelo turístico, é um lugar mágico, único no mundo. Só existe em Alagoas, e, por isso, deveria ser melhor trabalhado pelo governo do Estado, por meio do órgão oficial de Turismo,  em nível nacional e internacional. 

A Serra da Barriga é tombada pelo Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) desde 1985. É no platô da serra, distante 9 km da sede do município, que está instalado o Parque Memorial Zumbi dos Palmares, concebido para homenagear o líder negro Zumbi, cuja inauguração se deu em 2007.

O equipamento, Patrimônio Cultural do Mercosul desde 2017, reconstitui o cenário de uma das mais importantes histórias de resistência à escravidão em todo o mundo. Segundo historiadores, o Quilombo dos Palmares, destruído por Domingos Jorge Velho em 1695, tinha à época uma população de cerca de 30 mil escravos, sendo considerado o maior e mais organizado das Américas.

Além da Serra da Barriga, União dos Palmares tem também atrações culturais como o Memorial Jorge de Lima, local onde viveu o príncipe dos poetas brasileiros; a Casa-Museu Maria Mariá, que guarda o acervo da professora, historiadora, jornalista e folclorista, e o Mercado de Artesanato, que funciona em um dos galpões da Estação Ferroviária, comercializando uma variedade de produtos artesanais.

Vale, também, visita ao povoado Muquém, distante 5 km de União dos Palmares. No local, habitado por descendentes de escravos, há o Espaço de Memória Artesã Irinéia Rosa Nunes, que comercializa bonecos e panelas de barro. Outra boa pedida é ir a Fazenda Anhumas, distante 10 km da sede do município, que atende por agenda.

A Fazenda Anhumas oferece pacotes para passeios em trilhas da Mata Atlântica, visita à sede – um bonito casarão construído no século 19 –,  com móveis antigos e peças que lembram as tradicionais fazendas da época colonial, em perfeito estado de conservação. A fazenda serve, ainda, almoço (opcional), com saborosos pratos da comida regional.

União dos Palmares, município polo da Zona da Mata alagoana, tem  uma população estimada de 65.611 habitantes, localizado a 76 quilômetros de Maceió. Em se tratando de hospedagem, uma boa opção é o Quilombo Park Hotel (hotel fazenda), localizado às margens da BR-104, a 2,3 km do centro de União. Há outros hotéis e pousadas, bem como restaurantes e bares no centro e arredores da cidade.

NOTAS

  • Maceió, ao que tudo indica, terá uma movimentada temporada de fim e começo de ano, com a ampliação da malha aérea, que vai incrementar, sobremaneira, o turismo. A Gol, por exemplo, vai ofertar 350 novos voos adicionais, além de uma operação regular saindo de Guarulhos, com início em dezembro. A Latam terá mais oito novos voos extras com frequências semanais vindos de Guarulhos (SP) e Brasília (D), a partir  de 27 de outubro e 1º de novembro. A Azul, por sua vez, ofertará cinco novos voos extras procedentes de Campinas (SP), Ribeirão Preto (SP), Uberlândia (MG), Goiânia (GO) e Belo Horizonte (MG), entre os meses de dezembro e fevereiro. E tem mais: a operadora CVC anunciou o fretamento de novos voos vindos de São Paulo, Campinas, Ribeirão Preto, Belo Horizonte, Goiânia, Brasília, Cuiabá, Londrina e Porto Alegre. No total, a operadora vai disponibilizar 90 mil assentos para a alta temporada que se avizinha.
    Sol e mar, o grande atrativo dos turistas que vêm a Maceió

     

  • Jantar de premiação da 5ª. Campanha de Vendas Azul da Cor do Mar de Alagoas ocorreu na noite de sexta-feira (11), no Jatiúca Hotel & Resort. O grande vencedor da campanha Azul da Cor do Mar/Alagoas foi Fabrício Medeiros, da Home Tour, de Uberlândia (MG), que ganhou um carro zero km. O segundo lugar foi João Paulo Simões, da Refúgio da Serra Viagens e Turismo (MG), premiado com uma moto zero km, e o terceiro lugar ficou com Aline Rodovalho, da Moscow, de Ribeirão Preto (SP), que ganhou uma viagem com tudo pago, com direito a acompanhante, para curtir o Réveillon Celebration, a festa de virada do ano mais famosa de Alagoas. O evento, realizado em parceria entre a Azul Viagens, Luck Receptivo e Associação Brasileira da Indústria de Hotéis (ABIH-AL), e apoio da Sedetur-AL e da Semtel/Maceió, premiou os melhores vendedores do destino em 2019.
    O sortudo Fabrício Medeiros ganhou um Fiat Uno 2020

     

  • Na segunda-feira (14), a Prefeitura de Maceió reinaugurou o Centro de Atendimento ao Turista (CAT) no Terminal Rodoviário João Paulo II, no bairro do Feitosa. O CAT, com novas instalações, foi reformado pela Sociedade Nacional de Apoio Rodoviário e Turístico (Sinart), que administra ao terminal, num trabalho de parceria com a Secretaria de Turismo, Esporte e Lazer (Semtel). Funciona como um importante ponto de apoio aos visitantes que chegam a Maceió, via transporte rodoviário, e buscam as informações de que precisam sobre a cidade e seus atrativos turísticos. O CAT- Terminal Rodoviário João Paulo II existe desde 2005 e dispõe de um trabalho eficiente de estagiários da Semtel dos cursos superiores de Gestão em Turismo e Gestão em Hotelaria do Instituto Federal de Alagoas (IFAL).  O atendimento ao turista, diariamente, começa às 8h e se encerra às 17h.
    CAT do Terminal Rodoviário João Paulo 2 ganha novas instalações

     

  • Ao discursar na abertura do II Seminário Nacional de Governança para o Turismo, na quinta-feira (10), no Salinas do Maragogi All Inclusive, em Maragogi, o presidente do Instituto Brasileiro de Turismo (Embratur), Gilson Machado Neto, disse que o Governo Federal dará todo apoio necessário para que empreendedores nacionais e internacionais invistam em hotéis, pousadas e nos demais empreendimentos do setor turístico, com o objetivo de gerar emprego e renda. Machado confirmou também a transformação da Embratur em agência, o que vai possibilitar uma maior obtenção de recursos financeiros para realização de ações de marketing e de promoção do Brasil no exterior.  O presidente da autarquia disse ainda que o Brasil é reconhecidamente um país com grande potencial turístico que precisa ser divulgado, acrescentando que, com as novas ações, haverá o dobro do número de turistas/ano, que atualmente é 6 milhões para 12 milhões.

  • Contato: ivaldopintodebarros@hotmail.com