Cultura

Exposição sobre o Carnaval reúne 31 artistas em galeria no centro de Maceió

'Carnelevarium II – Prazeres da Carne' estreia nessa terça-feira (4), no Complexo Cultural Teatro Deodoro; visitação segue até 27 de março

03 de Fevereiro de 2020, 09:32

Da Redação

Homenageando a festa de Momo, a exposição “Carnelevarium II – Prazeres da Carne” estreia nessa terça-feira (4), às 19h, no Complexo Cultural Teatro Deodoro à rua Barão de Maceió, 375, centro da capital. A entrada é gratuita e a mostra segue até o dia 27 de março.

Adriana Jardim, Adriano Arantos, Ana Cláudia, Ana Karina Luna, Árthemis Gabriela, Arthur Celso, Daniel Baboo, Dênnys Oliveira, Diego Barros, Chico Simas, Eduardo Bastos, Ermesson Pereira, Gil Lopes, Gustavo Lima, Ives, Jorge Vieira, Lula Nogueira, Manuela Constant, Munganga, Nicolas Elifas, Pedro Cabral, Persivaldo Figueiroa, Rafael Reis, Rogério Silva, Rolderick Leão, Salles Tenório, Simone Freitas, Sophia Laranjeiras, Suel, Wado e Weber Bagetti são os artistas que assinam obras cuja temática é o Carnaval e seus personagens.  A curadoria é do artista visual Levy Paz, que, de resto, mantém em cartaz, no mezanino da galeria do Complexo Cultural, sua exposição “Genesis em Vermelho absoluto”, inaugurada no final do ano passado.

Tela de Manuela Constant

Em sua segunda edição, “Carnelevarium” dobra o número de artistas, entre pintores, escultores e fotógrafos, dando oportunidade, também, segundo a coordenadoria artística da Diretoria de Teatros do Estado de Alagoas (a Diteal), responsável pelo Complexo Cultural, “a artistas iniciantes”. “É uma celebração da alegria, arte e principalmente da liberdade”, destaca o informativo enviado à Redação.

“A exposição carnavalesca”, informa o press-release da Diteal, “traz obras inéditas em sua maioria, em várias nuances da arte, tais como, fotografias, pinturas, esculturas, instalações e desenhos. A mostra faz uma homenagem a Pedro Tarzan [Malhador/SE, 1929 – Maceió, 2001], por sua relevância artística e sua contribuição ao carnaval de Maceió.”

Caracterização de Pedro Tarzan em foto de Adriano Arantos

Para o curador Levy Paz, “o Carnaval em si já é um grande evento”. “Muitos são os países que o comemoram. Ser curador de exposição de arte é um privilégio de uma vida. Poder unir o tangível e o intangível é estar em estado graça. Um êxtase triplo. E digo mais: reunir artistas e amigos, que já têm uma bagagem ampla no cenário das artes plásticas e contemporânea alagoana, somado à oportunidade de trazer artistas iniciantes a beberem dessa fonte, realmente não tem preço.”

A mostra pode ser visitada de segunda-feira a sábado, das 8h às 18h, e aos domingos e feriados das 14h às 17h. Grupos de escolas e instituições sociais podem agendar, gratuitamente, a visita guiada pelo e-mail escolasditeal@gmail.com ou pelo telefone (82) 98884 6885.