Cultura

Quarta edição do Festival Carambola vem com Céu, Lore B, Marinho e Vibrações

O elenco conta com atrações alagoanas e de outros Estados; ingressos já estão à venda on line e em shoppings da capital

18 de Fevereiro de 2020, 10:15

Da Redação

Prometendo “um misto de música, gastronomia e intervenções criativas”, o Festival Carambola – que ocorrerá em Maceió no dia 28 de março, um sábado – divulga sua programação completa. Os shows, encabeçados pela artista paulistana Céu, acontecerá em dois palcos. De Alagoas, foram convidados os artistas Marinho, Lucy Muritiba, Vitor Pirralho, Lore B e Robson e a banda Vibrações. Também estão na lista musical o grupo paranaense Tuyo, a Orquestra Greiosa, de Natal (RN), e Felipe Cordeiro, de Belém do Pará. “Os intervalos entre as apresentações serão comandados pelo DJ Finizola (AL) e pela DJ Renata Corr (SP)”, destaca o informativo do festival enviado à Redação. A maratona de shows, no estacionamento do Shopping Parque à avenida Comendador Gustavo Paiva, 5.945, bairro de Cruz das Almas, começa às 16h.

A cantora paulista Céu encabeça o time de artistas convidados

A produtora Lili Buarque diz que essa quarta edição do evento “vem ainda maior e mais completo”. “Nosso objetivo é fazer com que o Carambola se fixe no imaginário popular como um encontro anual de quem admira e consome a arte independente produzida no Estado.”

De acordo com a comunicação do festival, Lore B se apresentará “pela primeira vez no palco do Carambola”. Integrando o grupo A Bandinha, Lore estreou carreira solo em 2019 com o álbum “Etéreo”, destacando-se numa lista nacional de “melhores EPs” do site musical Hits Perdidos. “Posso dizer que é uma espécie de sonho realizado porque nas edições passadas eu era público e já desejava estar no palco junto da galera que eu admirava”, afirma a artista.

Marinho promete lançar disco de inéditas no Carambola

Marinho, por sua vez, promete lançar um disco de inéditas até a data do show no Carambola. Depois do primeiro álbum, “Sombras”, de 2017, lançou dois singles no ano passado:  “Um Dia” e “Nova II”.

"Para nós, músicos independentes”, diz o artista, “participar de festivais é um vetor extremamente importante de divulgação de trabalho, pela quantidade de público e variedade de gostos. Participar do Carambola é ainda mais especial, primeiro porque o festival nasceu aqui, perto da gente, em Alagoas; segundo porque sabemos do esforço e do empenho da produção para poder fomentar a cultura numa cidade tão carente de intervenções e boas intenções."
Os ingressos para o Festival Carambola podem ser adquiridos aqui ou na loja Chilli Beans dos shoppings Maceió e Parque.