Turismo em Pauta

Passeios à foz do São Francisco, um programa imperdível ao alcance dos turistas que visitam Alagoas

O rio que banha diversas cidades do Estado, deságua no Oceano Atlântico, em Piaçabiçu; viagem até o município distante 138 km da capital é feita em ônibus ou vans, pela AL 101-Sul

15 de Março de 2020, 23:35

Ivaldo Pinto é jornalista

A natureza contemplou Alagoas com praias paradisíacas e também com o majestoso Rio São Francisco que banha várias cidades alagoanas e deságua no Oceano Atlântico. O Velho Chico, como é carinhosamente chamado, exerce grande fascínio sobre os turistas brasileiros e estrangeiros. É uma das grandes atrações turísticas de Alagoas.

Agências de viagens que operam com turismo receptivo em Maceió ofertam passeios de barco à foz do Rio São Francisco, imperdível.  A  viagem até Piaçabuçu é feita em ônibus ou vans, pela AL 101-Sul. Para o passeio, as embarcações saem de alguns restaurantes localizados à beira do rio, e o tempo de viagem até a foz é de 45 a 50 minutos. Algumas agências de viagens de Piaçabuçu também comercializam o passeio, que proporciona ao turista cenários exóticos: coqueirais, ilhas, casebres, mangues,  lagoas e o Rio São Francisco com toda a sua exuberância.

Ao chegar à foz do São Francisco, parada para banho de rio ou de mar -  a opção fica por conta de cada um.  Quem não quiser se molhar, pode ir logo beber uma cervejinha nas barraquinhas improvisadas nas dunas, onde se degusta peixe assado e outros tira-gostos, além de doces. No local, também é comercializado artesanato da região, ideal para presentear amigos e parentes.

No retorno a Piaçabuçu, o almoço é servido nos restaurantes de onde cada embarcação saiu. O cardápio, à base da culinária regional, é variado e os pratos, preparados na hora, uma delícia. Após o almoço, os visitantes, satisfeitos, retornam à capital alagoana.

O município de Piaçabuçu, na divisa com o estado de Sergipe, tem 17.827 habitantes (IBGE/2019). Ficou conhecido nacionalmente através do filme Deus é brasileiro, do cineasta alagoano Cacá Diegues. A sede dista 138 km da capital alagoana e o acesso é feito pela AL 101-Sul.

 

  • O turismo em Alagoas está em alta. De acordo com dados da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis (Abih-AL), no primeiro bimestre de 2020, a ocupação hoteleira foi de 86,63% em janeiro e 79,76% em fevereiro, representando um crescimento de 1,91% e 3%, respectivamente, em relação a igual período em 2019. A média de leitos ocupados é calculada com base nos 88 hotéis que integram a entidade, isso em todo o Estado. A Secretaria de Estado do Desenvolvimento eTurismo (Sedetur) é uma das responsáveis pelo crescimento do turismo, pois tem contribuído para o fortalecimento da malha aérea e participado, ativamente, da divulgação do destino Alagoas nos principais mercados emissores nacionais e internacionais.
    No primeiro bimestre de 2020, a hotelaria de Alagoas registrou alta taxa de ocupação
  • Voltando ao passado, o segundo encontro dos empregados da extinta Empresa Alagoana de Turismo (Ematur) com os ex-dirigentes da empresa ocorreu em 1º. de agosto de 2006, durante almoço, no restaurante Stela Maris Grill, na Jatiúca. O evento, com o fito de confraternizar e relembrar os bons momentos vividos na Ematur,  foi promovido pelos ex-empregados da empresa e teve a presença dos ex-presidentes Roberto Barbosa Fernandes, Rubens Vilar de Carvalho, Lafayete Pacheco Neto, Manoel Cavalcanti de Melo Neto (o conhecido Manduca), Fernando Rubem Canuto de Amorim e Caio Porto Filho.
    Ex-presidentes da Ematur no almoço de confraternização em restaurante da Jatiúca
  • Pernambuco arrecadou, com o Carnaval, este ano, R$ 2,3 bilhões, representando um incremento de 17,9% em relação a 2019. Os dados são da Secretaria de Turismo e Lazer de Pernambuco. O montante foi gerado em grande parte pela chegada de aproximadamente dois milhões de visitantes no período carnavalesco, 3% a mais do que em 2019. Segundo o secretário de Turismo e Lazer, Rodrigo Novaes, isso é resultado do esforço do Governo do Estado em investir na divulgação do destino ao longo de todo ano, realizando ações e se fazendo presente em feiras, e na realização do Carnaval propriamente dito. Os principais emissores internacionais, para os festejos de Momo, foram a Argentina, com 25,46%; Estados Unidos, 13,39%; Portugal (10,53%), França (7,44%) e Alemanha (7,15%). Com relação aos principais emissores nacionais, São Paulo liderou, com 23,89%; Ceará (11,87%) e Rio de Janeiro (10,65%).
    Carnaval no Mercado da Boa Vista,  um dos mais animados do Recife (Ivaldo Pinto)
  • O litoral de Alagoas é, sem dúvida, um dos mais bonitos do Brasil. Não há quem não se encante com o charme da Região da Costa dos Corais, no  litoral Norte – um paraíso para mergulhadores. De Paripueira a Maragogi, na divisa com Pernambuco, há praias idílicas protegidas por arrecifes, tranquilas, longe da azáfama da cidade grande. O litoral Sul, por sua vez, na região das Lagoas e Mares do Sul, não fica atrás, em se tratando de beleza natural. De Marechal Deodoro a Piaçabuçu, no extremo Sul do Estado, há uma sequência de belas praias e lagoas que enriquecem o contexto paisagístico da região e também atraem muitos turistas.
    Praia do Francês, atraente ponto turístico do litoral Sul

Contato: ivaldopintodebarros@hotmail.com