Lugares

Estado lança diretriz política para o desenvolvimento turístico em Alagoas

Evento desta quarta-feira (17) contou com a presença do governador e das secretárias de turismo do Estado e do município

27 de Julho de 2018, 13:36

A Secretaria de Estado do Turismo (Setur) fez o lançamento na noite desta quarta-feira (17) da “diretriz política” do turismo no Estado. O programa, denominado Plano Estratégico de Desenvolvimento do Turismo, será regido por decreto governamental. O evento ocorreu em Maceió, no Centro Cultural e de Exposições Ruth Cardoso (bairro do Jaraguá) e contou com a presença do governador Téo Vilela e do vice-prefeito Marcelo Palmeira.

Segundo a Comunicação do governo estadual, foram apresentadas “as novas formas de análise da categorização turística municipal". Na ocasião, foi entregue aos presentes o Caderno de Orientações Operacionais para a Categorização Turística.

“O objetivo do Plano Estratégico de Desenvolvimento do Turismo de Alagoas é descentralizar, de forma compartilhada, responsabilidades, esforços e o compromisso com o desenvolvimento do turismo sustentável no Estado, nas diversas esferas públicas e entes do setor de turismo”, informou o governo.

De acordo com essas informações, o documento terá “força de lei” e, por meio dele, “a sociedade terá a oportunidade de contribuir, de forma participativa, com o desenvolvimento do turismo”. A elaboração do plano contou com a participação de empresários, representantes de associações, sindicatos, atores locais e das instâncias de governança das regiões turísticas – a saber, região metropolitana, lagoas e mares do Sul, Quilombos, Costa dos Corais e rio São Francisco. No texto, constam programas e projetos que devem ser executados de 2013 a 2023. 

Para a secretária de Estado do Turismo, Danielle Novis, o Plano Estratégico de Desenvolvimento do Turismo “é um instrumento de política pública, que garantirá, com o tempo de vigência, a continuidade dos programas e projetos elencados no documento para o desenvolvimento do turismo em Alagoas”.

“A principal mudança que o Estado terá com este plano acontecerá na dinâmica de atuação do poder público, com o fortalecimento das políticas institucionais nos territórios e municípios, visto que os esforços serão compartilhados”, enfatizou a secretária.

O coordenador do programa de regionalização da Setur, Renato Lobo, disse que “a sociedade terá uma diretriz política para o setor de turismo que deve ser seguida”. 

“O benefício é justamente ter uma orientação de como avançar de forma compartilhada no desenvolvimento do turismo”, explicou o coordenador, informando que o Programa de Municipalização e Regionalização do Turismo apresentará a classificação dos municípios nos níveis de desenvolvimento determinados pelo Caderno de Orientações Operacionais para a Categorização Turística Municipal e Regional. 

O vice-prefeito Marcelo Palmeira destacou a ascensão turística de Maceió. “É uma das cidades mais bonitas do Brasil”, afirmou, lembrando que os turistas estão programando mais viagens para a capital alagoana. “Para isso, a nossa gestão tem investido para que o turismo avance e deixe ótimas impressões para quem nos visita.”