Especial

Procuradora Adriana Mendonça é atacada por servidor da prefeitura de Porto Calvo

O episódio de revolta e violência ocorreu na noite desta terça-feira (2), em Porto Calvo

27 de Julho de 2018, 13:36

 
PORTO CALVO – A procuradora do município, Adriana Mendonça, foi agredida fisicamente na noite desta terça-feira (1o) por um vigilante da prefeitura. André Alves dos Santos, de 35 anos, foi preso quando já estava indo para casa. De acordo com o delegado Rubens Cerqueira, o suspeito deu um pontapé na perna de Adriana, que acabou sendo hospitalizada. De acordo com os policiais militares, o vigilante não estava armado e não reagiu à prisão.
 
Santos disse que a prefeitura abriu uma rua que passa no terreno dele, localizado no bairro do Patia. Segundo o vigilante, o município não tem autorização para construir no local. 
 
A agressão aconteceu no centro da cidade. Segundo a Polícia Civil, Alves estava embriagado. O delegado Cerqueira disse que André Alves dos Santos tem antecedentes criminais.
 
“Ele foi autuado em flagrante pelo crime de lesão corporal e já foi condenado, em 2010, por homicídio. Ele está na condicional e todo dia 20 comparece ao fórum”, afirmou o mandatário, informando que será aberto um inquérito policial. 
 
“O suspeito vai ser encaminhado para a Delegacia Regional de Matriz de Camaragibe e vamos investigar o caso”, declarou Cerqueira. 
 
À reportagem do Alagoas Boreal, André Alves dos Santos justificou a reação que teve junto à procuradora. “A prefeitura está fazendo uma rua por onde fica o meu terreno, no Patia. Ninguém me procurou e eu não assinei nada. Procurei a prefeitura e não me deram uma resposta concreta. Eu ainda estou pagando esse terreno, fiz dois empréstimos para pagar.”
 
Porém, mostrou-se arrependido. “Peço desculpas e perdão a ela. Estou arrependido e não queria que isso chegasse a esse ponto. Sou um pai de família, sou um homem trabalhador. Quero que ela me desculpe”, apelou.
 
Ligamos continuadamente para Adriana Mendonça, mas não obtivemos êxito. Segundo apuramos, ela está bem de saúde e saiu do hospital ainda na terça à noite. A prefeitura não se manifestou sobre a rua que supostamente passa pelo terreno do servidor do município.