Especial

Prefeitura faz mudanças no trânsito em Porto Calvo, colocando 'tartarugas' nas ruas

Prefeitura diz que fez estudo para colocar os 'tachões' nas ruas centrais da cidade; povo tropeça e motoristas reclamam

27 de Julho de 2018, 13:36

 
PORTO CALVO – Como se não bastasse a gestão anterior ter pavimentado as ruas do centro histórico da cidade – descaracterizando, ainda mais, o ancestral perfil do município distante 96 km de Maceió –, agora aparecem inexplicáveis tartarugas (ou tachões) nas ruas centrais de Porto Calvo. O secretário de Infraestrutura Alexandre Scala disse que “foi feito um estudo”, junto ao Detran e ao Dnit (o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes), para melhorar o trânsito da cidade, com a consequente aprovação das incômodas tartarugas.
 
“É uma questão de primeiro educar os condutores. Depois que tiver tudo adequado, começamos a multar os infratores”, afirmou Scala. 
O Dnit declarou à reportagem do Alagoas Boreal que, sendo órgão federal, não tem nada a ver com as ruas de Porto Calvo. Portanto, não fez esse estudo mencionado por Scala. O Detran, por sua vez, alegou que toda e qualquer interferência no trânsito do município é de única competência dos gestores municipais.
 
É comum encontrarmos os tachões e tartarugas em rodovias estaduais e federais, para reduzir a velocidade em rotatórias e para que o motorista não ultrapasse a linha dupla, ou para alertá-lo das curvas perigosas. Não se trata de nenhum desses casos em Porto Calvo, já que estamos falando das ruas centrais da cidade – estreitas e movimentadíssimas, e já equipadas de lombadas monstruosas dificílimas de ultrapassar. Definitivamente, o que já era complicado, virou um caos.
 
Rua estreita, carros estacionados e as tartarugas no meio: motoristas seguem pela contramão
 “O trânsito ficou ainda pior depois dessas tartarugas”, disse o motorista Janerlânio do Livramento, que trabalha fazendo transporte alternativo entre os municípios da região Norte. “As ruas não têm acostamento e os carros ficam estacionados em qualquer lugar. Quando o carro passa, ele tem de, obrigatoriamente, passar também pela contramão, porque os carros que ficam parados atrapalham o tráfego. Além de tudo, quando o veículo passa pela tartaruga, os pneus vão se danificando com o tempo.”
 
“Isso aqui veio somente prejudicar os motoqueiros”, reclamou o mototaxista Iran Mendes. “Ficou mais perigoso trafegar pela cidade e o risco de colisão agora ficou maior. A lentidão também aumentou devido a essa novidade.”
 
Topadas no 7 de Setembro
 
A nova medida da prefeitura foi implantada no começo do mês de setembro e vem causando uma série de transtornos. Nos desfiles do dia 7 de setembro, ocorreram topadas e tombos. “Ninguém entendeu isso. Não faz o menor sentido – provavelmente, alguém está ganhando à custa dos nossos tropeções. Espero que não aconteçam acidentes piores”, disse um morador, que preferiu não se identificar.
 
Motorista ignora a placa de 'proibido' e desce a ladeira pela contramão
 As tartarugas foram colocadas nas ruas Miguel Omena, Guedes de Miranda, Fernandes Lima, Coronel Clodoaldo da Fonseca e nas praças Apolinário de Gusmão e Padre Cícero. A situação é mais complicada na Fernandes Lima e na Clodoaldo da Fonseca, onde o fluxo de grandes veículos é intenso e onde automóveis ficam constantemente estacionados nas ruas, dando vaga para apenas um carro passar.
 
Alexandre Scala informou que a empresa Jet Brasil, que fez o serviço, passou por processo licitatório, em abril deste ano, para realizar o que ele chama de “ordenamento do trânsito”. Todo serviço – de acordo com o secretário – custou aos cofres do município R$ 140 mil. A prefeitura informou que está montando uma superintendência de trânsito e que a medida educativa valerá por 30 dias. Avisou também que já é proibido estacionar nas principais ruas do Centro, exceto nos locais permitidos.
 
Curiosamente, não encontramos nenhuma informação sobre a empresa Jet Brasil na internet – endereço, telefone, nada. A reportagem do Alagoas Boreal se deslocou até a prefeitura e lá, também, ninguém repassou dados precisos sobre a Jet Brasil.