Especial

Associação das Costureiras de Porto Calvo fazem curso de capacitação e se tornam empreendedoras

Sebrae-AL ministrou curso nesta terça-feira (8), na sede da associação, no centro da cidade; governo doou 13 máquinas

27 de Julho de 2018, 13:36

PORTO CALVO – A Associação das Costureiras de Porto Calvo (a Costurart), com a ajuda do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Embresas (o Sebrae-AL), realizou nesta terça-feira (8) um curso de capacitação de empreendedorismo para aos profissionais associados, que inclui dois costureiros.  A oficina, “Aprender a empreender Têxtil e Confecção”, aconteceu na sede da associação localizada na Rua Nova, no Centro – ocasião em que o programa “Governo perto de Você” entregou a entidade 12 máquinas de costura.

Os produtos da Costurart são vendidos para hotéis, prefeituras, empresas de grande porte, supermercados e lojas de roupa em cidades da região Norte. A instrutora do Sebrae, Cristiane Luna explicou a importância do empreendedorismo às costureiras de Porto Calvo. “O nosso objetivo é trabalhar o empreendedorismo juntamente com o lado têxtil. No mundo de hoje, não basta apenas ser operacional, tem de ser empreendedora também. Agora, é preciso ser uma costureira empreendedora”, afirmou.

A presidente da Costurart, Maria de Lourdes Barros, de 49 anos, disse que o grupo formado por 51 mulheres e dois homens existe há nove anos, mas funcionava de forma informal. “A maioria das associadas trabalhavam sozinhas e na informalidade. A gente se juntou  entãoe decidimos criar a associação e nos formalizamos”, afirmou Maria de Lourdes, avisando que os associados tiveram oportunidade, também, de fazer outro curso, de “corte e costura”.

De acordo com a costureira, a confecção virou a principal fonte de renda das mulheres portocalvenses. “A maioria das mulheres vivem da costura. Muitas ganham um salário suficiente, mas outras ainda precisam complementar a renda”, declarou.