Especial

Centro Cultural Guedes de Miranda traz exposição 'Eco Art' para Porto Calvo

Mostra de quadros 'Eco Art', assinados por artistas brasileiros e internacionais, dá início às atividades

27 de Julho de 2018, 13:36

PORTO CALVO – A prefeitura do histórico município inaugurou, na noite desta sexta-feira (6), o Centro Cultural Guedes de Miranda, que fica na rua de mesmo nome, no centro da cidade. A exposição “Eco Art”, de quadros assinados por artistas nacionais e estrangeiros, foi apresentada durante a Semana dos Museus, em Maceió, em maio deste ano, como parte de uma ação da Secretaria de Estado da Cultura (Secult), que já levou a mostra para Quebrangulo e Viçosa.

Quadros de artistas internacionais se misturaram às relíquias de Porto Calvo

Um total de 25 artistas integra o programa da Secult, que propõe uma celebração entre a Arte e a Ecologia. Os quadros de Carlos Vergara (Brasil), Daniel Senise (Brasil), David Manzur (Colômbia), Fernando de Szyslo (Peru), Flávio Shiró (Japão/ Brasil), Geoff Rees (Canadá), Jorge Tacla (Chile), Victor Hugo Irazabal (Venezuela), Siron Franco (Brasil), Santiago Cardenas (Colômbia), Robert Goodnough (Estados Unidos), Rafael Soriano (Cuba), Nelson Ramos (Uruguai), Miguel Von Dangel (Alemanha/ Venezuela), Miguel Castro Leñero (México), Laura Anderson (México), Kenneth Kemble (Argentina), Gonçalo Ivo (Brasil), Antonio Henrique Amaral (Brasil), Arcângelo Ianelli (Brasil), Arnaldo Roche Rabell (Porto Rico), Beatriz Milhazes (Brasil), Reynaldo Fonseca (Brasil), Miguel Angel Rojas (Colômbia) e Tomie Ohtake (Brasil) ficam no município – distante 96 km de Maceió – até o dia 6 de janeiro.

O diretor municipal da pasta de Cultura, Adelmo Monteiro, disse que o Centro Cultural Guedes de Miranda realizará diversas ações, especialmente na área das artes visuais, da música e da dança. “Neste espaço, também estamos expondo relíquias da antiga Porto Calvo. É o pontapé inicial para um futuro museu”, afirmou Monteiro.

Empresária Mariza Lima; 'A exposição é maravilhosa. Porto Calvo precisava disso'

A empresária Marisa Lima comemorou. “Porto Calvo é uma cidade histórica e há muito tempo precisava de um espaço desses. É muito importante o município ter um espaço dedicado à cultura. Essa exposição de quadros na inauguração é maravilhosa.”

De acordo com Adelmo Monteiro, o município solicitou à Secult cursos e dança e música para serem desenvolvidos no espaço cultural. “Também firmamos pareceria com o Sebrae-AL para trazer cursos de artesanato”, informou o diretor cultural, lembrando que o espaço também será utilizado para os ensaios da tradicional banda do município, a Orquestra Sete de Setembro.

A exposição ficará aberta ao público, de segunda-feira à sexta-feira, no horário comercial.