Lugares

Prefeitura de Barra de Santo Antônio entrega à secretária Danielle Novis documentação com informações turísticas

Objetivo é angariar recursos para o município junto ao governo federal

27 de Julho de 2018, 13:36

O prefeito de Barra de Santo Antonio, Rogério Farias, e o secretário de Trabalho, Emprego e Renda, Ronaldo Lessa Campos, entregaram na quinta-feira (19), à secretária de Estado do Turismo, Danielle Novis, a documentação relativa ao Programa de Municipalização e Regionalização do Turismo. O caderno traz informações importantes sobre a infraestrutura e os atrativos turísticos do município, fundamentais para habilitar a Barra de Santo Antônio a receber recursos do Ministério do Turismo (MTur).

Luiz Eduardo Vaz/ Imprensa Setur
Praia do Carro Quebrado, uma das fortes atrações turísticas da Barra de Santo Antônio

“O caderno que entregamos à secretária traz em detalhes tudo o que o nosso município tem para oferecer aos turistas. Essa troca de informações com a Setur é muito importante para o crescimento do setor na Barra”, disse Rogério Farias. “O turismo é muito importante para a geração de emprego e renda no nosso município. Hoje, cerca de 200 moradores já vivem diretamente do turismo lá na Barra”, comemora Ronaldo Lessa Campos. 

A secretária Danielle Novis fez questão de parabenizar o prefeito por ser um dos primeiros a entregar o caderno com as informações turísticas. O prazo de entrega foi prorrogado para o dia 27 deste mês, mas poucos municípios encaminharam a documentação. “As prefeituras são nossas grandes parceiras, porque o turismo acontece mesmo nos municípios. Mas os prefeitos precisam agilizar a entrega da documentação para não ficarem sem os recursos do ministério”, alerta Novis.

A categorização dos municípios faz parte do Programa de Municipalização e Regionalização do Turismo em Alagoas, desenvolvido pela Setur, que serviu de referência para o programa nacional que será utilizado pelo Ministério do Turismo (Mtur) em 2014.

Os documentos necessários para essa classificação passaram a ser exigidos desde 2012, quando a Setur lançou a primeira cartilha e deu início ao programa. Em julho deste ano, foi lançada a segunda versão do “Caderno de Orientações Operacionais – Edição 2013”, que orienta e dá suporte para a classificação dos níveis turísticos dos municípios.