Especial

Ovo da Madrugada faz o carnaval imperdível da histórica Penedo

Bloco sai neste sábado (15), acompanhado por quatro orquestras de Penedo, Traipu e Piaçabuçu

27 de Julho de 2018, 13:36

PENEDO – É neste sábado (15), o desfile do concorrido bloco Ovo da Madrugada, que em 2014 comemora seis anos de frevo nos carnavais penedenses. “Afilhado” do Pinto da Madrugada (de Maceió), que, outrossim, é "afilhado" do Galo da Madrugada de Maceió, o Ovo – explica o jornalista e folião Júnior Dantas – é uma agremiação carnavalesca, formalizada de acordo com as regras estabelecidas pelo padrinho pernambucano. “Temos o hino do Ovo que foi uma exigência do Pinto. A letra foi composta pelo médico penedense Luiz Paulo Galvão, que mora em Recife, e a partitura é do maestro Basílio, de Traipu”, conta Dantas, que é presidente da agremiação Ovo da Madrugada.

O percurso do bloco pelas ruas de Penedo, município distante 160 km de Maceió, é o seguinte: café da manhã regional, entre 8h e 11h, no restaurante Boca Cheia – que fica em frente ao coreto municipal, onde ocorrerá a concentração nesse horário. Daí, às 11h, o cordão desce o “Rosário Estreito”, passando pela “praça da Prefeitura” e pelo hotel São Francisco, chegando finalmente à orla do rio São Francisco.

“Durante todo esse percurso um carro-pipa vai dando banho nas pessoas”, informa Dantas. Ótima ideia. Nesse calor... São esperadas mais de oito mil pessoas. “Confeccionamos duas mil camisetas do bloco, cuja renda servirá para custear as despesas com o cachê das orquestras e o pagamento do carro-pipa. Mas a maior parte do público vai sem camisa, fora do cordão. Gente que fica na porta esperando. É dia de feira e o povo todo vai atrás.”

Dantas – que é radialista da Grande Rio FM e também diretor da Secretaria Municipal de Cultura – diz que a ideia que motivou a criação do bloco foi justamente trazer pessoas para o município, que tem “forte inclinação turística”. Pudera, com esse patrimônio arquitetônico de mais de quatro séculos e deliciosamente banhado pelo São Francisco, Penedo é uma beleza alagoana única. 

“O Ovo acaba movimentando o comércio local. É um atrativo para que o turista fique na cidade. Os restaurantes, hotéis, ficam lotados. Esta é a filosofia do bloco deste o começo. As cidades vizinhas comparecem em peso, tem o desfile dos bonecos gigantes. Ano passado, teve restaurante que fechou as portas porque não havia mais água mineral”, atesta o folião do Ovo da Madrugada, que dispõe de quatro orquestras para animar a festa.

“Penedo é cidade musical – tem duas escolas de música”, conclui Júnior Dantas. “Participam da nossa festa a Orquestra Ases do Frevo, que é da Escola Penedense de Música, que ainda disponibilizou um segundo conjunto musical. As outras duas orquestras, uma delas é de Traipu, a outra de Piaçabuçu.”