Especial

'Plano Emergencial' da prefeitura leva à periferia ações que facilitam acesso à leitura e aos serviços básicos de saúde

Ação iniciada nesta quarta-feira (12) é realizada por técnicos das secretarias da Educação e da Saúde

27 de Julho de 2018, 13:36

Uma ação denominada “Plano Emergencial” teve início nesta quarta-feira (12), em Maceió, possibilitada por uma parceria entre as secretarias municipais da Educação e da Saúde. A iniciativa leva aos bairros mais vulneráveis da capital uma série de serviços que facilitam o acesso à leitura e também o atendimento básico de saúde. 

Segundo informou o site da Prefeitura de Maceió, a Biblioteca Móvel Estação Saber deu a largada nesta quarta-feira, no centro da capital, realizando atividades como contação de histórias e outras ações de dinâmica visando o conhecimento geral. O objetivo – informa a Comunicação do município – é “assistir pessoas sem acesso aos principais serviços básicos”.

“As atividades serão realizadas em sete semanas seguidas, com exceção da quarta-feira de cinzas. Por ser em bairros periféricos com grande vulnerabilidade social, a ação está sendo focada em locais como favelas e terrenos baldios. Os locais assistidos são os bairros do Centro, Vergel, Jaraguá e Benedito Bentes”, afirma o site da prefeitura.

De acordo com a coordenadora da biblioteca municipal Carlos Moliterno, a professora Cristina Rezende, a ação busca levar o universo da leitura às “pessoas que vivem na rua”. 

“Ao ler, elas podem descobrir que podem ir além. Através da imaginação podem descobrir que é possível um mundo diferente e, quem sabe, tentar sair do mundo em que elas vivem”, afirma Cristina.

A prefeitura já agendou a próxima campanha do “Plano Emergencial”, na próxima quarta-feira (19), no Vergel do Lago, em frente à Igreja Virgem dos Pobres.