Lugares

APL Lagoas e Mares do Sul discute desenvolvimento turístico da região Sul

Objetivo é desenvolver o turismo, promovendo ações que potencializem a riqueza natural e cultural da região

27 de Julho de 2018, 13:36

Integrantes do Arranjo Produtivo Local (APL) Lagoas e Mares do Sul, ferramenta integrada de empreendedores públicos e privados, com participação de cooperativas, associações e produtores culturais e voltada para o turismo na região Sul, em reunião nessa quarta-feira (16), no município de Marechal Deodoro (distante 30 km de Maceió), discutiram um Plano de Desenvolvimento Preliminar (o PDP). De acordo com a agência de notícias do governo do Estado, a iniciativa busca “fomentar a economia criativa nos empreendedores da área”.

Um edital do Ministério da Cultura (MinC) e do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), em 2013 delegou a Murilo Abrantes, consultor da Fundação Vanzolini, o papel de mediador dos debates que estão sendo empreendidos, abordando diversos aspectos e questões relativos à região.

À agência Alagoas Abrantes declarou que “a construção do PDP é de extrema importância para o diagnóstico dos aspectos a serem melhorados pelos empreendedores”.

"Com a presença dos integrantes do arranjo, é possível sentir de perto as necessidades e os pontos importantes para discussão. Além do mais, conhecendo de perto a realidade, podemos promover inúmeros ganhos para a atividade deles", afirmou o consultor, explicando que, “após a finalização do plano”, este poderá ser apresentado a instituições públicas e privadas. 

“Desta forma, vamos conseguir projetos e outras ações para desenvolver a região e fomentar a cultura da economia criativa entre os empreendedores", concluiu.

A artesã Loredana Pedri disse que toda a região tem “uma grande potencialidade”. "Aqui temos os melhores atrativos para quem procura o turismo, cultura rica, uma culinária espetacular, um povo receptivo. O que falta é uma melhor divulgação do que é ofertado." Para a gestora do APL, Sandra Gomes, o debate trouxe ganhos positivos. "Com a elaboração do plano, por meio dessas discussões, podemos fortalecer ainda mais o potencial já existente na região, da gastronomia à religiosidade.” 

A apresentação do Plano de Desenvolvimento Preliminar, pelo consultor Murilo Abrantes, está prevista para agosto. Segundo a agência Alagoas, os integrantes do APL ainda poderão fazer ajustes antes de apresentar o plano aos representantes dos ministérios da Cultura e do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior.