Lugares

Mês de julho registra aumento de 59% na ocupação hoteleira em Alagoas

Segundo o governo do Estado, maioria dos visitantes são de São Paulo; entre os estrangeiros, argentinos dominam

27 de Julho de 2018, 13:36

A Secretaria de Estado do Turismo (Setur) divulga o crescimento do fluxo de turistas no mês de julho. De acordo com o Boletim de Ocupação Hoteleira (BOH), desenvolvido pela gerência de estudos e pesquisas da Superintendência de Investimentos da Setur, o Estado recebeu 61 mil e 261 visitantes. O crescimento na ocupação dos hotéis em relação a junho deste ano foi de 59%.

“Além da quantidade de turistas, que aumentou 22 mil e 765 em relação ao mês anterior, a permanência média também subiu. Entre abril e junho, os turistas passavam cerca de três dias em Alagoas, enquanto em julho a estada passou para quatro dias, mantendo a média de anos anteriores – que ficou entre quatro e quatro dias e meio”, informa a Setur.

A secretária Danielle Novis disse que a parceria do Estado com as empresas do negócio turístico “foi o principal combustível para atrair mais turistas a Alagoas”. 

"A captação de novos voos, as parcerias com as companhias aéreas e a constante divulgação em feiras e no Exterior, além de outras articulações, mantiveram no auge todas as belezas de Alagoas."

A região Sudeste foi a que mais enviou turistas. Dos 61 mil 261 visitantes registrados em julho, 27 mil e 696 eram de São Paulo. “A liderança dos emissores estrangeiros é da América do Sul. O topo da tabela continua com os ‘hermanos’: dos 800 visitantes registrados, 436 eram argentinos”, destaca a Comunicação da Setur, observando que os dados extraídos do BOH mostram o movimento diário dos meios de hospedagens, através do registro de hóspedes, que é a ficha preenchida pelo visitante ao dar entrada nas hospedarias integradas à Associação Brasileira da Indústria de Hotéis (Abih-AL).