Especial

Governador e ministro do Desenvolvimento Regional inspecionam obras do Canal do Sertão

Renan Filho e Rogério Marinho fizeram visita técnica ao trecho 4 em São José da Tapera; Renan defende que governo federal 'priorize recursos para o trecho 5'

14 de Julho de 2020, 16:43

Severino Carvalho/ Agência Alagoas

Em visita técnica ao Canal do Sertão, nessa segunda-feira (13), o governador Renan Filho defendeu que o governo federal priorize a destinação de recursos para o trecho 5 da obra. Ao lado do ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, e de deputados federais, Renan Filho inspecionou as obras do trecho 4, em São José da Tapera, e fez a entrega de 30 sistemas de dessalinização de água.

"Quando assumi o governo, o Canal do Sertão tinha apenas 50 quilômetros de extensão com água; agora, nesse final de ano, vamos entregá-lo com 125 quilômetros com água. Mas precisamos continuar com o seu avanço. Para isso, é fundamental que o governo federal priorize os recursos para o trecho 5 do Canal do Sertão, que vai levar água do km 125 até o km 150", disse o governador.

O ministro informou que os recursos estão garantidos para a conclusão do trecho 4, que deve acontecer em dezembro deste ano. As obras dessa etapa estão com 88% dos serviços executados. Rogério Marinho recordou que “há cerca de 15 dias” o governo federal liberou R$ 36 milhões para dar continuidade ao trecho 4 da obra, executada pelo Estado por meio da Secretaria de Infraestrutura (Seinfra).

"Todos nós estamos imbuídos do mesmo sentimento de que a obra não pode parar. Essa é nossa expectativa”, comprometeu-se Rogério Marinho.

'A obra não pode parar', diz ministro do Desenvolvimento Regional', durante visita ao canal

Ainda nessa segunda-feira, o governador e o ministro voltam a se reunir para discutir o início das obras do trecho 5 do Canal do Sertão. "Vamos trabalhar para iniciar o trecho 5, que vai levar água do km 125 até o km 150, ou seja, o Canal do Sertão já vai conseguir colocar água na Adutora da Bacia Leiteira e incluir produtivamente as comunidades de Delmiro Gouveia até Olho D'Água das Flores. Adiante, temos que enfrentar o desafio de levar a obra até Arapiraca, porque assim ela atenderá em sua completude tudo aquilo para a qual foi projetada", defendeu Renan Filho.

Considerada a maior obra de infraestrutura hídrica de Alagoas e uma das maiores do país, o Canal do Sertão contará, até sua conclusão, com 250 km de água e tem como objetivo beneficiar um milhão de pessoas em 42 municípios alagoanos. Atualmente, a obra já beneficia 200 mil moradores, entre Delmiro Gouveia e São José da Tapera.