Oportunidades

Secult contesta informações divulgadas em redes sociais e diz que prazo para pagamento de festival é de 30 dias

Segundo a Secretaria de Estado da Cultura, pagamentos já feitos referentes ao evento on line 'Dendi Casa tem Cultura' cobre 50% das apresentações

18 de Agosto de 2020, 10:03

 

Da Redação

A Secretaria de Estado da Cultura (a Secult) divulga o pagamento de 166 apresentações do festival on line “Dendi Casa tem Cultura”, realizadas entre os meses de junho, julho e começo de agosto. Esse número totaliza 50% dos proponentes habilitados no edital, segundo informativo enviado à Redação. “Os cachês variam entre R$ 700 e R$ 1.500”, destaca o press-release da Secult.

De acordo com a instituição, “é inverídica a informação, que circula nas redes sociais, de que há atraso de 90 dias no pagamento, uma vez que o certame prevê 30 dias após a apresentação para a realização do pagamento, contanto que documentação e certidões estejam todas em conformidade”.

A secretaria alega, ainda, que “não procede a informação de que há redução no valor do cachê”. “Durante todo o processo de realização do festival, a Secult tem dialogado com a classe artística e mantém a transparência quanto aos trâmites adotados e preconizados pelo item 23 do edital, sobre as ‘Disposições Gerais’, que traz a possível prorrogação quando necessária.”