Oportunidades

Fórum de Música de Maceió elabora questionário para artistas de todo o Estado

O objetivo é coletar dados para compreender a situação do artista nesse período de quarentena; "ajudará na hora de dialogar com as instituições, com a Secult e a Fmac", diz o músico Filipe Mariz, que propôs a pesquisa

29 de Agosto de 2020, 10:09

 

Da Redação

O grupo de trabalho de pesquisa do Fórum da Música de Maceió elaborou um questionário para coletar dados sobre a cadeia produtiva de música em Alagoas durante a pandemia da covid-19. De acordo com o informativo do fórum enviado à Redação, o formulário com as perguntas ficará disponível em plataforma virtual (aqui) até 4 de setembro.

O questionário on line, segundo o Fórum de Música, “é um instrumento formal para coleta de dados de uma pesquisa quantitativa que busca compreender os impactos da pandemia da covid-19 na cadeia produtiva de música alagoana”. Para o grupo responsável pela pesquisa, o objetivo é “ter conhecimento sobre o setor, principalmente quais trabalhos, produtos e conteúdos relacionados à música devem ser financiados em editais”.

O forúm faz pesquisa: acesse aqui o questionário

O cantor e compositor, e produtor musical, Filipe Mariz, que é membro do fórum e um dos proponentes da pesquisa, diz que há uma “necessidade” de colher “dados mais conclusivos”. Para o músico, a pesquisa ajudará “na hora de dialogar, tanto com a Fundação Municipal de Ação Cultural [a Fmac] quanto com a Secretaria de Estado da Cultura de Alagoas, sobre a situação que o músico se encontra na pandemia”. A pesquisa, segundo ainda Mariz, servirá “como base para as ideias a serem passadas para esses órgãos”.

“Enquanto músico e produtor, no início da pandemia, tive perda de 100% na minha renda”, explica o artista. “Os dados da primeira pesquisa mostraram que muitos outros profissionais também tiveram essa perda. Nesse segundo momento é de muita importância a participação da comunidade artística como um todo.”

Os dados coletados, de acordo com a comunicação do fórum, servirão “para estruturar propostas e ações” do fórum, “principalmente as que buscam orientar a feitura de editais na área de música”, a exemplo dos editais que serão financiados como ações de fomento pela Lei Aldir Blanc.