TV Boreal

Vitor Pirralho estreia edição especial do 'Teatro Deodoro é o maior Barato'

Uma série de vídeos com artistas que participarão da vigésima-primeira edição do projeto, que foi adiada para 2021, estreia on line nessa quinta-feira (1º.)

30 de Setembro de 2020, 15:09

Sebage Jorge/ Editor

A Diretoria de Teatros do Estado do Estado de Alagoas (a Diteal) faz o lançamento do projeto "Teatro Deodoro é o maior Barato – Edição especial" nessa quinta-feira (1º.). A estreia do evento on line registra o cantor e compositor Vitor Pirralho interpretando, no palco do Teatro Deodoro, o rap “Tupi Fusão”, gravado pelo artista em 2009 no álbum "Pau-Brasil" e regravado por Ney Matogrosso em 2013 no álbum "Atento aos Sinais". No Deodoro, que fica no centro de Maceió, o rapper maceioense faz uma performance solo ao lado do DJ Carlos PXT. O vídeo, que poderá ser conferido no canal do Teatro Deodoro, traz depoimentos de Vitor Pirralho – que, além de músico, é professor de português e literatura – e, também, do poeta e professor Beto Brito.

Vitor Pirralho gravou em 2019 o videoclipe 'Rumos e Rumores', ao lado de Ney Matogrosso

O novo projeto on line “Teatro Deodoro é o maior Barato – Edição especial” seguirá com lançamentos de vídeos, sempre às terças e quintas-feiras, apresentando um total de 13 obras. Entre os selecionados, a drag queen Paty Maionese faz a próxima terça-feira (6) e o violonista, cantor e compositor Marcos Farias grava a música do dia 15 (quinta-feira). De acordo com a comunicação da Diteal, os 13 vídeos serão uma espécie de “prévia da vigésima-primeira edição" do consagrado projeto “Teatro Deodoro é o maior Barato” – adiado, em razão da pandemia do novo coronavírus, para o ano que vem. “O calendário para as apresentações no palco em 2021 ainda será definido e divulgado”, avisa o informativo enviado à Redação.

A edição especial do TDMB, para a presidente da Diteal, a professora e editora de livros Sheila Maluf, “foi uma forma de contemplar os artistas selecionados no edital com atividades este ano”. “Vai deixar a plateia com gostinho de quero mais para que venha ao teatro em 2021 prestigiar o principal projeto do Deodoro, patrimônio cultural de Alagoas."

Conversamos com Vitor Pirralho sobre a gravação do vídeo para a edição especial do "Teatro Deodoro é o maior Barato". Confira o bate-papo.

O vídeo é de apenas uma música?

Vitor Pirralho – Sim, “Tupi Fusão”. Essa música é composta por mim, Pedro Ivo Euzébio, Dinho Zampier e André Meira.

'Produção a todo vapor', diz Pirralho sobre novos projetos

Como foram as gravações, foi tudo bem, você curtiu? Foi um trabalho solo, com DJ, não é?

Pirralho – As gravações foram muito tranquilas. Toda as equipes agiram muito profissionalmente. A do teatro, com todo o cuidado e atenção do Alexandre Holanda; a de filmagem, com os irmãos Graber, e a de som, encabeçada por Márcio Brebal. Tudo muito alinhado e leve de fazer. Ah, sim, o DJ. Fiz essa apresentação do “Teatro Deodoro é o maior Barato” com o Carlos PXT (Vibrações e Tequilla Bomb). É um formato no qual estou investindo agora, a redução de pessoal. Trabalhar com um selecta apenas, facilita. Mas, claro, quando há condições de agrupar uma trupe maior e, mais importante, vontade e interesse de realização, eu monto uma equipe com mais integrantes e mais instrumentos.

E como estão as coisas na quarentena? Você interrompeu algum trabalho, está trabalhando em novos projetos em casa?

Pirralho – Produção a todo vapor. Nesta quarentena já fiz algumas lives de bate-papo, outras de apresentação musical; lancei um videoclipe de uma música, “As Aventuras de Pi”, que está no meu último álbum, “A Invenção é a Mãe das Necessidades”; lancei dois lyric videos de dois singles em parceria com o Carlos PXT, “Vida Game em Cena” e “Vida Game em Cena (take 2)”, e neste mês de outubro lanço mais um single, produzido em parceria com um camarada de Recife, Erick Amorim, que vem com um videoclipe dirigido por Ruy Guimarães aqui em Maceió, filmado, a propósito, no Teatro Deodoro – olha o spoiler, rsrsrsrs.