Livro do cirurgião Jean Rafael conquista o mundo e vira best-seller

“A Ciência da Gratidão – Como prevenir as Doenças da Mente e aplicar o Gerenciamento do Estresse” chega à segunda edição com milhares de cópias vendidas em todo o mundo

29 de Novembro de 2020, 17:09

Da Assessoria

No Brasil, 11 milhões de pessoas vivem com depressão. No mundo, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), são mais de 300 milhões. Os dados são alarmantes e com o surgimento da pandemia acredita-se que esses números cresceram significativamente e ninguém está blindado desse mal, pois até o momento não há vacina para prevenir a doença. O palestrante Jean Rafael, cirurgião geral com residência no Hospital Universitário de Alagoas, professor do curso de Medicina da Ufal, campus Arapiraca, fez parte das estatísticas e aceitou ajuda – ele cumpriu a exigência dos tratamentos tradicionais e encontrou a força que tanto precisava em práticas lúdicas como meditação, gratidão, autoconhecimento, espiritualidade e outros temas antes sensíveis aos mais conservadores.

Durante uma corrida em uma das belíssimas praias de Alagoas, Rafael esbarrou em um colega médico norte-americano, o renomado Doutor Smith, que se tornaria seu amigo e mentor na construção da obra. Entre muitos diálogos e reflexões, os dois médicos apaixonados pela evolução da ciência aparecem, com uma linguagem simples, abordando temas importantes como estresse, gratidão e depressão, entre outros, de maneira leve e de fácil assimilação. A forma de diálogo com o personagem Dr. Smith deu uma pitada de humor muito interessante ao livro. Assim nasceu a ideia de Jean Rafael escrever o livro “A Ciência da Gratidão: Como prevenir as Doenças da Mente e aplicar o Gerenciamento de Estresse”, que há um ano foi lançado em Arapiraca (Alagoas) na presença de mais de 500 pessoas, e depois em Maceió, São Paulo e Londres. Agora, o livro acaba de chegar à sua segunda edição pela Literare Books International com o selo de best-seller e milhares de cópias vendidas em todo o mundo.

Dr. Jean Rafael lançou o livro sobre a 'ciência da gratidão' em 2019

O livro mostra como a gratidão pode ajudar na carreira profissional, na saúde e nos anseios pessoais. Segundo o autor, a gratidão tem o papel de servir como fortaleza para o ser humano e a ciência atestou que se sentir grato repercute na questão hormonal. A publicação traz as práticas e as reflexões necessárias para enfrentar dias difíceis e prevenir pensamentos e ações desagradáveis.

“Tive a oportunidade de ler seu livro e foi muito inspirador. Estou passando por uma depressão de nível moderado e pensei em acabar com minha vida. Foram dois acontecimentos que me deixaram assim: uma ocorrência policial e o fim do meu relacionamento. Após ler seu livro, vi que você tinha tudo que uma pessoa sonha, mas sentia um vazio, o que me ensinou que a gratidão está a nossa volta. Sua superação fez eu ver a vida com outros olhos e vou vencer tudo isso. Que Deus abençoe e continue sempre multiplicando seu conhecimento que pode salvar muitas vidas.” – L.P.I, policial militar.

“Seu livro, para mim, foi um achado enorme que mudou toda a minha vida! Eu era uma pessoa que vivia reclamando de tudo e não tinha a mínima noção de que agradecer é uma transformação maior. Hoje sou grata até pelos meus dias não tão bons, pelas dificuldades que eu passo e até pelo que eu não tenho! O vitimismo não nos leva a nada! A gratidão me transformou e mudou também tudo ao meu redor. Hoje, coloco em prática esses ensinamentos no meu dia a dia, mesmo sendo paciente de uma doença autoimune e não estando todos os dias tão bem. Sou grata por este livro tão rico, simples e acolhedor que me deu um novo rumo na vida.” – Socorro, enfermeira.

“Contraí Covid e posso afirmar com todas as letras que seu livro me ajudou no meu processo de recuperação. Isolada do restante dos meus familiares, aprendi a me conhecer melhor e o livro me ajudou muito neste processo. Mesmo doente, eu me mantive de pé e hoje me conheço melhor. Sou grata pela vida que tenho. Vivo agora envolvida numa energia maravilhosa e aprendi a agradecer pelo Sol, pelas flores... Gratidão eterna pelos seus ensinamentos!” – Isabel, assistente social. 

“Li o livro enquanto me recuperava da Covid e ele me ajudou bastante a entender que temos que aceitar as situações que nos causam medo e incerteza. No meu dia a dia agitado, percebi que temos que aceitar os acontecimentos bons e ruins, acreditando que podemos vencer e aprendendo com isso. Agora, agradeço por tudo e enxergo o aprendizado mesmo nos momentos ruins. Estou evoluindo como ser humano e levei os exercícios de gratidão, autoconhecimento e meditação para a minha vida e para a vida dos meus filhos.” – Jean Vital, enfermeiro. 

Livro ensina como prevenir a depressão

Os depoimentos acima discorrem como as ferramentas que causam efeitos positivos no nosso corpo ajudaram no processo de cura. Segundo Jean Rafael, o momento da pandemia pelo qual estamos passando faz com que sentimentos como tristeza, raiva e medo muito fortes façam parte do nosso cotidiano. A longo prazo, esses sentimentos criam um verdadeiro caos em nosso sistema hormonal e imune. E esta cascata desencadeada pelo estresse, mais conhecida como “resposta de fuga ou luta”, é responsável, se não debelada, pela diminuição da nossa resistência natural interna, abrindo as portas do nosso organismo não somente para doenças infecciosas, mas, também, para a piora de doenças crônicas e até mesmo para o aparecimento de novos problemas de saúde. 

Segundo o médico e autor, uma das ferramentas que causam efeitos positivos no corpo é a resiliência que, quando treinada, faz com que nos adaptemos melhor à situação pela qual estamos passando. “A resiliência permite ao ser humano crescer em meio à adversidade, encontrando a saída e alcançando mais qualidade de vida em meio ao caos. Na saúde, já é comprovado que pacientes com o mesmo problema apresentam respostas diferentes: enquanto o paciente que ignora ou não acredita na própria capacidade de gerar resiliência se curva aos efeitos da doença, o paciente que conhece e aplica em si a resiliência reage com notável capacidade de recuperação”, finaliza Rafael.

No livro, o autor lista dez maneiras pelas quais podemos melhorar nossa saúde e a primeira dela é, justamente, a prática da gratidão:

  1. Seja grato sempre – Mesmo quando as coisas não vão bem, sempre temos algo ou alguém por quem agradecer.
  2. Busque seu sentido de existência, ou seja, aquilo que te motiva hoje a seguir adiante.
  3. Procure aproveitar cada minuto e cada segundo da sua vida – Foque sua atenção nestes momentos e descortinará sobre você uma força motivadora intensa.
  4. Diante da adversidade, encontre qual é o aprendizado que aquela a situação quer te mostrar e o que você pode mudar a partir daquela situação.
  5. Busque se autoconhecer, perceba as emoções que estão presentes dentro de você e não brigue com elas, apenas acolha-as e decida o que fazer em seguida - isso é agir em vez de reagir.
  6. Aproxime-se de pessoas que também querem crescer e desenvolver a resiliência.
  7. Seja flexível com o que não depende de você mudar, faça o seu melhor e siga adiante.
  8. Busque desenvolver o auto amor, cuidar de você e criar espaços para você diariamente – esta atitude auxilia na sua autoestima.
  9. Cultive a alegria de viver e o bom humor.
  10. Crie positividade em sua vida e na vida daqueles que estão próximo a você – isso torna o ambiente mais saudável.