Especial

Com alta na conta de energia, aquecimento a gás é opção para economizar

Contra os chuveiros elétricos, empresa afirma que utilizar gás natural para o aquecimento da água reduz a conta de energia em até 35%

04 de Dezembro de 2020, 09:16

Da Redação

A Agência Nacional de Energia Elétrica (a Aneel) confirmou que, neste mês de dezembro, os consumidores pagarão o valor mais alto do sistema de bandeiras tarifárias – com uma cobrança extra de R$ 6,24 a cada 100 quilowatts-hora (kWh). “Entre os vilões da conta de energia, encontra-se o chuveiro elétrico, responsável por cerca de 30% do consumo elétrico das residências”, alerta a distribuidora de gás Algás, indicando que é possível “economizar sem perder o conforto do banho aquecido”. “O aquecimento a gás natural pode ser uma ótima solução”, sugere a empresa, apontando para as vantagens do gás natural como gerador de energia.

“Optando pela instalação do gás natural você garante uma série de benefícios”, destaca o informativo da distribuidora enviado à Redação. O gerente comercial Fábio Souza lembra que “o consumidor [que optou pelo gás natural] também conta com um suporte técnico especializado e plantão 24h em casos de emergência”. A redução média do consumo, com o aquecimento a gás natural, segundo a Algás, é de 35% na conta da energia elétrica. “A energia do gás natural proporciona maior segurança e versatilidade”, afirma Fábio Souza.

Outras soluções energéticas para fogões, churrasqueiras, secadoras e para aquecer água de pias e piscinas estão nesse conjunto de benefícios. “Isso tudo”, destaca o press-release da distribuidora, “sem se preocupar com armazenagem em cilindros. É considerado muito econômico já que sua tarifa é em cascata, ou seja: quanto mais se consome, menor o preço por m³ progressivamente em cada uma das faixas de consumo.”

Para mais informações e se tornar cliente da Algás, ligue gratuitamente, a qualquer hora, para o número 117. Acesse também o perfil da empresa no Instagram @algasalagoas.