Especial

Moto clube Águias do Asfalto comemora cinco anos em Porto Calvo

Festa ocorrerá no domingo (6), a partir das 11h, com churrasco, feijoada e música na programação; 'seguiremos medidas de prevenção ao coronavírus', diz o presidente Fábio Lima

04 de Dezembro de 2020, 16:00

Sebage Jorge/ Editor

Cidades do interior estão cheias de motoqueiros – sim, eles movimentam o serviço de mototáxi, imprescindível nos pequenos municípios por esse país afora. Em Porto Calvo não é diferente. A novidade é que a galera está se organizando em moto clubes para pegar a estrada, fazer amizade, comemorar aniversário. Okay, não é tempo de festa, mas o moto clube Águias do Asfalto celebrará os cinco anos de sua fundação no domingo (6), a partir das 11h. O local do evento é o Lava Jato Porto Calvo, na rodovia AL-101. Os organizadores comprometem-se a cumprir todas as medidas de segurança contra o coronavírus.

“As medidas prevalecerão do início ao fim do evento, retirando as máscaras apenas para o consumo de alimentos e bebidas”, afirma o presidente do clube, o representante comercial Fábio Lima. “Na entrada”, diz ele, “teremos uma pessoa especialmente para conferir o uso da máscara e estará munida também de álcool em gel para realizar a higienização dos participantes do evento.”

O saxofonista Ely Rodrigues levará sua banda para a festa

As mesas seguirão normas de distanciamento (de um metro e meio de distância) e os motoqueiros estão animados. Membros do clube não pagarão entrada. Quem não tem a carteirinha paga R$ 25, mas vale a pena. Vai ter churrasco, feijoada e cerveja, claro. Ely Rodrigues e banda, Gildo dos Teclados (seresta) e Ana Clara e Alielson (voz e violão) compõem a programação musical.

Outro moto clube da cidade, o Calabar Estradeiro, também participa da festa. “Nosso clube é mais novo, tem apenas três anos. Estamos dando um apoio”, diz o músico Allan Johnes, vice-presidente do Estradeiro.

'Pessoas de outras cidades podem participar, passando por um período de convívio', diz Lima

“Começamos há cinco anos com o intuito de fazer novas amizades, viajar e se aventurar pelos lugares maravilhosos do Brasil”, explica Fábio Lima, lamentando as dificuldades econômicas do país, que afastou algumas pessoas do clube. “Iniciamos com seis pessoas, mas muitos saíram posteriormente devido a condições financeiras para arcar com as viagens.”

Mas o clube está crescendo e é hora de comemorar. “Estamos abertos a pessoas de outras cidades também. Um dos nossos novos integrantes é o Peryklis, que é de Maceió.”

Novos membros passam por um período de três meses de convívio em reuniões e viagens. “Para saber se a pessoa é apta ao moto clube, seus princípios, regras e sua familiaridade com os integrantes”, afirma o presidente Fábio Lima.