Turismo em Pauta

Pousadas de charme, um novo conceito de hospedagem no litoral Norte

Integradas à paisagem, elas são um refúgio para os que fogem da azáfama do dia-a-dia e buscam a solidão em praias praticamente selvagens

13 de Janeiro de 2021, 10:40

Ivaldo Pinto é jornalista 

O litoral Norte é recortado por enseadas, falésias e coqueiros a perder de vista e se destaca pela beleza exótica de suas praias, de areias alvas, mar calmo e de cor azul-turquesa. É nesse cenário paradisíaco que estão localizadas as pousadas de charme – um novo conceito de hospedagem na região denominada Costa dos Corais.  

Integradas à paisagem, as atraentes pousadas de charme são um refúgio para os que fogem da azáfama do dia-a-dia e buscam a solidão em praias praticamente selvagens, num convívio direto com a natureza. O que chama atenção desses estabelecimentos de hospedagem à beira-mar são a arquitetura e decoração cuidadosamente estudadas.  

Algumas pousadas guardam obras de valor inestimável. Porém, o diferencial é o conforto, serviço impecável e atendimento personalizado, um atrativo para quem pretende curtir revigorantes férias ao prazer do sol bronzeador, de bem com a vida, sem preocupações.  

A rota das pousadas de charme tem início em Maceió, precisamente na praia do Pratagy, a 15 km do centro, onde uma residência, localizada em posição estratégica, no alto de um morro, foi adaptada e transformada numa pousada, que oferece conforto e comodidade aos hóspedes. De lá se observa toda a exuberância do mar, um cenário de encher os olhos.  

Seguindo no sentido Norte, encontra-se São Miguel dos Milagres, a 98 km de Maceió, onde as pousadas de charme ficam localizadas nos povoados de Porto da Rua e do Toque, esse último habitado por pescadores que residem em casas simples em meio a coqueirais. São Miguel dos Milagres, ou simplesmente Milagres, é hoje reduto de turistas VIP – artistas, músicos e renomadas personalidades nacionais e até internacionais.  

Mais adiante, no vizinho município de Porto de Pedras, distante 113 km de Maceió, com o seu bonito farol, no alto de um morro, as pousadas de charme têm o seguinte endereço: o povoado de Tatuamunha, habitado por pescadores, com uma bela praia, de mar calmo e águas translúcidas. Na sede do município, alguns prédios datados de 1633 e 1835 conservam a sua originalidade.  

Depois, vem Japaratinga, distante 121 km de Maceió, onde as pousadas de charme ficam localizadas nos povoados de Barreiras do Boqueirão – cuja praia tem boa estrutura em se tratando de bares e restaurantes –, Bitingui e Pontal do Boqueirão. Para chegar a Japaratinga, saindo de Porto de Pedras, separadas pelo rio Manguaba, toma-se uma balsa e a travessia é rápida.  

  • Esta semana, como parte da campanha “Verão Arretado”, promovida pela Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico e Turismo de Alagoas (Sedetur), a praia de Ponta Verde, uma das mais bonitas de Maceió, terá um novo visual com a distribuição de novas cadeiras de sol e ombrelones aos ambulantes.  São cerca de mil kits, compostos por mais de 200 ombrelones (que são grandes guarda-sóis) e mais 700 cadeiras que serão entregues aos trabalhadores informais, todos com uma comunicação visual padronizada de acordo com a referida campanha, que usa as cores amarela, azul, laranja, verde e vermelha. Afora isso, as velas dos jangadeiros da praia de Pajuçara que fazem o passeio às piscinas naturais ganham nova identidade com cores da campanha e slogan #AlagoasTeFazFeliz.
    'Verão Arretado' traz novo visual à orla marítima de Maceió/ Foto/ Jonathan Lins

     

  • O ano começa bem para o turismo pernambucano. De acordo com a Anac, 5.833 voos, entre pousos e decolagens, são esperados para o Aeroporto Internacional do Recife/Guararapes-Gilberto Freyre, agora em janeiro. O volume representa um salto de 14% em relação à malha aérea que estava prevista para o mês de dezembro, segundo levantamento realizado pela Unidade de Estudos e Pesquisas da Empetur.  Está prevista uma média diária de 190 voos, entre pousos e decolagens, no terminal da capital pernambucana. Na comparação com outras capitais do Nordeste, Recife ocupa o primeiro lugar no ranking, Salvador fica em segundo lugar, com 167 voos diários e Fortaleza, em terceiro, com 95 voos diários. 
    Módulo de banheiro na orla é entregue pela prefeitura de Maceió/ Foto/ Átila Vieira

     

  • Atendendo a uma antiga reivindicação de maceioenses e turistas, a Prefeitura de Maceió, finalmente, entregou no final de dezembro, o primeiro módulo, na Praia de Pausará, de banheiros públicos da orla marítima de Maceió. Esse é o primeiro dos sete módulos que serão construídos na orla, contemplando as praias de Pajuçara, Ponta Verde, Jatiúca e Cruz das Almas.  Os banheiros serão construídos em pontos estratégicos onde há maior fluxo de maceioenses e turistas. O projeto, desenvolvido pela Secretaria Municipal de Turismo, Esporte e Lazer (Semtel), tem custo total de R$ 450 mil. É um investimento da Prefeitura de Maceió com contrapartida do governo federal, por meio do Ministério do Turismo.  
Posto ao lado da Igreja NS do Livramento/ Foto/ Helder Monteiro 

De volta ao passado  

O turista, em qualquer lugar do mundo, não se furta de visitar o centro da cidade em que está hospedado. É praxe. Ele quer ver gente, passear, fazer compras, especialmente de produtos artesanais e se divertir. Pois é, em 1984, Maceió contava com um Posto de Informação Turística, ao lado da Igreja de Nossa Senhora do Livramento, no centro, a fim de atender e orientar os visitantes, bem como divulgar as belezas naturais de Alagoas, por meio de folhetaria institucional. Infelizmente, anos depois, o posto foi desativado e os turistas não passaram a contar com esse importante serviço. Seria bom que o novo prefeito de Maceió reativasse o posto, no mesmo local, ou em outra parte do centro. Os turistas vão agradecer, com certeza. 

Contato: ivaldopintodebarros@hotmail.com