Cultura

Jogando cores e sentimentos sobre a cidade de Maceió, 'Diálogos urbanos' se encerra na galeria do Teatro Deodoro

Mostra de 16 quadros do artista Pedro Caetano se debruça sobre a orla e o centro histórico do Jaraguá, com seus tipos populares e envolventes; passeio virtual no site da Diretoria de Teatros somente neste domingo (28)

28 de Fevereiro de 2021, 13:55

Sebage Jorge/ Editor

O Complexo Cultural Teatro Deodoro encerra neste domingo (28) a exposição “Diálogos urbanos”, de Pedro Caetano, em cartaz desde outubro de 2020. São 16 grandes telas (em média, elas têm 1,5 m x 2 m) que inauguraram a primeira exposição virtual produzida pela Diretoria de Teatros do Estado (a Diteal). Veja aqui.

Trabalhando com tinta acrílica sobre tela, Pedro Caetano, de 36 anos, apresenta uma obra original sobre a paisagem urbana maceioense, com personagens envolventes desde pescadores a rendeiras e meninos cheiradores de cola, entre o Pontal da Barra e a orla da Pajuçara e centro histórico no bairro central do Jaraguá.

'Jangada sobre Carroça', tela de 2019 com 1,20 m x 1,60 m
'Autorretrato', 1,28 m x 0,89 m, 2017

Há menos de seis anos da instigante e sensível  exposição “Ranhuras”, no mesmo espaço, em 2015, Caetano demonstra aqui o mesmo traço modernista, porém mais preciso, por assim dizer, enfático (com extensões expressionistas e cubistas), buscando em certa regionalidade uma identidade própria. Em “Diálogos urbanos”, o artista se consolida com essa marca feliz de um olhar acalorado e sentimental sobre a cidade e seus signos e personagens populares - incluindo drogaditos capitães da areia. Algo inovador e libertário em sua própria trajetória.

A curadoria é de Alice Barros e Robertson Dorta. Projeto vitorioso abrindo caminho para novas tours de artes visuais no mundo digital. Corre para assistir.