Cultura

1º. Cantalagoas promove masterclass com a soprano Ludmilla Bauerfeldt e o pianista e maestro André dos Santos

Evento produzido pelo baixo-barítono Fellipe Oliveira, com recursos do governo federal via Lei Aldir Blanc, começou nessa segunda (10) e segue até a próxima sexta-feira (14)

11 de Maio de 2021, 10:46

Da Redação

O cantor lírico e produtor cultural Fellipe Oliveira estreou nessa segunda-feira (10) o 1º. Cantalagoas – Festival Alagoano de Canto Lírico, em parceria com a ETA, a Escola Técnica de Artes da Universidade Federal de Alagoas (a Ufal). O cerimonial de abertura contou com uma palestra ilustrada sobre a vida e a obra da cantora, compositora, pianista e arranjadora Fátima de Brito – que foi professora de piano da Universidade Federal do Rio Grande do Norte –, ministrada pela professora doutora Rita Namé. O professor mestre Bruno Sandes e a pianista Selma Brito fizeram participações especiais. As lives do festival acontecem na plataforma do YouTube e nas redes sociais do Instagram e Facebook. O evento, que segue nesta terça-feira (11), a partir das 11h, acontece até a sexta-feira (14). 

O baixo-barítono Fellipe Oliveira produziu o 1º. Cantalagoas

Logo mais, das 11h ao meio dia no YouTube, ocorrerá a masterclass conduzida pela soprano Ludmilla Bauerfeldt e pelo pianista e maestro André dos Santos. Na sequência, das 13h às 14h no Instagram, o barítono, mestre e professor Michel de Souza realizará a palestra “Trajetória de Estudos e Carreira”. Das 15h às 17h, ocorrerá a mesa redonda “Saúde do Cantor Lírico: Voz, Mente e Corpo”, com o fonoaudiólogo Geová Amorim, a soprano Nazaré Rocha e o músico Filipe Lima. O debate, no YouTube e Facebook, será mediado pela professora Claudiana Melo.

Encerrando o dia, das 19h às 20h, haverá uma mostra de canto lírico alagoano em live transmitida pelo YouTube.

O 1º. Cantalagoas – Festival Alagoano de Canto Lírico recebeu apoio financeiro da Secretaria de Cultura do Estado de Alagoas (a Secult) via Lei Aldir Blanc, direcionada pela Secretaria Especial de Cultura do governo federal e pelo Ministério do Turismo.