Cultura

Ana Cahú estreia exposição no Complexo Cultural Teatro Deodoro

A mostra 'Fauna', que faz referência ao 'mês do meio ambiente', será inaugurada na quinta-feira (17), podendo ser apreciada virtualmente pelo site da Diretoria de Teatros do Estado de Alagoas (a Diteal)

15 de Junho de 2021, 15:18

Da Redação

A artista visual Ana Cahú estreia na quinta-feira (17) a exposição “Fauna”, organizada pela Diretoria de Teatros do Estado de Alagoas (a Diteal). A ideia, segundo a comunicação da Diteal, é “chamar atenção, por meio da arte, para a importância da preservação da natureza e de todas as espécies de animais”. No mês em que se comemora o dia do meio ambiente, em 5 de junho, a mostra reúne 50 obras em acrílico sobre tela. “São pequenas peças pintadas em troncos reaproveitados a telas gigantes com três metros de altura, que estarão instaladas na galeria do Complexo Cultural Teatro Deodoro até o dia 31 de julho”, destaca o informativo enviado à Redação, observando que a exposição poderá ser apreciada apenas on-line, através do site da instituição

O quadro 'Azul': exposição foi patrocinada pela Lei Emergencial Aldir Blanc

“Mesmo sabendo que não poderíamos receber pessoalmente o público nesse momento tão delicado, optamos por manter a data prevista para a exposição e realizá-la virtualmente, pois acreditamos que a arte e as reflexões que desperta nunca foram tão necessárias como agora”, afirma a artista no press-release da Diteal. Ana Cahú explica, ainda, que visitas virtuais guiadas, para o público estudantil de escolas públicas, é parte do projeto, aprovado no final do ano passado pelo edital Vera Arruda (Lei Emergencial Aldir Blanc). “É uma experiência que tem sido realizada com sucesso pelo Diteal durante a pandemia, ajudando a reaproximar as crianças e adolescentes do universo cultural.”  

A exposição reúne 50 obras cuja inspiração é a fauna brasileira com suas cores vibrantes

Nascida na cidade do Rio de Janeiro e radicada em Maceió há 35 anos, Ana Cahú apresenta um trabalho de cores intensas, inspirado na diversidade da fauna brasileira, com os bichos, segundo a Diteal, “ora isolados, ora completamente conectados”, fazendo referência à “interdependência dos seres e do meio ambiente”. 

“Sempre penso na natureza quando pinto”, diz Ana Cahú. “As cores do Brasil estão nas obras, que são vibrantes, coloridas, alegres.”

A carioca alagoana Ana Cahú diz sempre pensar na natureza quando pinta
O curador José Lúcio destaca a 'expressividade fauvista' da mostra

De acordo com a Diteal, grandes nomes da pintura, como o austríaco Gustav Klimt (1862-1918) e o espanhol Miró (1893-1983) são referências para Cahú. “Um exemplo é a obra ‘Queimadas 02’, pintada no período em que incêndios devastaram a Amazônia em 2020, nos quais o amarelo serve de fundo a diversos elementos.” 

Para o curador da mostra, o arquiteto e também pintor José Lúcio Santos, “são figuras de leitura naif, bidimensionais, elevando para obras dotadas de expressividade como outrora os fauvistas do século passado tiveram a responsabilidade de demostrar, no seu tempo, as mudanças sociais e filosóficas”. 

Para agendar visitas guiadas on-line, representantes de grupos de escolas e de instituições sociais podem entrar em contato com Cristiane Honorato pelos telefones (82) 3315 5660 e 98884 6885, de segunda a sexta-feira, das 8h às 14h, ou pelo e-mail escolasditeal@gmail.com. O agendamento é gratuito.