Especial

Em junho, Alagoas superou número de óbitos por covid-19 em relação ao mês de maio

Segundo o pesquisador da Ufal Esdras Andrade, estamos no mesmo ritmo de quando a doença estava no auge; 'e o que preocupa é que a população não está mais em confinamento', afirma

02 de Julho de 2021, 10:40

Da Redação

Esdras Andrade, pesquisador da Universidade Federal de Alagoas (a Ufal), revela que em junho, Alagoas superou a quantidade de casos e mortes em comparação ao mês anterior. “Voltamos ao nível de fevereiro, mas em Maceió a quantidade de casos é menor do que a média do estado, o que significa crescimento de casos no interior”, afirma Andrade, geógrafo integrante do Grupo de Trabalho sobre a Covid-19 do Instituto de Geografia, Desenvolvimento e Meio Ambiente (Igdema).

Os dados divulgados pelo boletim da Secretaria de Estado da Saúde (a Sesau) na quarta-feira (30), apontam para 5.340 óbitos registrados desde o início da pandemia no estado. “Junho foi o terceiro pior mês em Alagoas com relação ao acumulado de casos. Foram contabilizados 23.671 casos. Este mês perde apenas para junho/2020 e julho/2020”, contabiliza o geógrafo no informativo da Ufal enviado à Redação.

De acordo com Esdras Andrade, os casos voltaram a crescer depois de dois meses de queda, impondo a necessidade de avaliar as medidas tomadas até aqui. "A pandemia está em franca expansão”, avalia o geógrafo, afirmando que estamos “no mesmo ritmo de quando a doença estava no auge, no ano passado”. “E o que preocupa é que a população não está mais em confinamento.”

O press-release da universidade informa, ainda, que em relação aos óbitos, “também houve um crescimento de quase 20% em relação a maio/2021, equiparando-se ao mesmo mês do ano passado”. “Junho de 2021 foi o terceiro mês em que mais morreram pessoas por covid-19 em Alagoas, ficando atrás apenas de abril/2021 e junho/2020”, atesta o pesquisador.

A Ufal lembra que a despeito do avanço da vacinação, não devemos descuidar das medidas de distanciamento, uso de máscara e higienização frequente das mãos.