Cultura

O traço rebuscado de Zecabega reabre a programação cultural do Café da Linda

Artista consagrado como músico faz sua segunda exposição de artes visuais; mostra abre às 17h, com participação ao piano do cantor e compositor Bruno Berle

29 de Setembro de 2021, 12:42

Sebage Jorge/ Editor

O músico e artista visual Zecabega (também conhecido como Deyves José) estreia nesta quarta-feira (29), a partir das 17h, no Teatro Deodoro (rua Barão de Maceió, centro da capital), a exposição “Paredes de Zecabega”. A mostra acontece no Café da Linda, contando na abertura com a participação do cantor, compositor e pianista Bruno Berle. “Na ocasião, também haverá recital de poesias de autoria do Zecabega”, indica o informativo enviado a Redação, avisando que a entrada é gratuita.

“Ao ir mais a fundo em seu encanto pela arte, tendo como maiores paixões a música e a pintura, em seus estudos Zecabega descobriu inspirações como Salvador Dalí no surrealismo e Anita Malfatti na arte moderna brasileira”, discorre o press-release do Teatro Deodoro, citando, ainda, a arte naif e a cultura popular como referências do trabalho visual empreendido pelo artista, consagrado como compositor, cantor e violonista. “Artista eclético”, apontam os produtores da Diretoria de Teatros do Estado de Alagoas (a Diteal), responsável por essa nova investida pictórica do músico.

Rostos femininos, natureza e poesia são parte do universo pictórico de Zecabega

“Tem uma frase”, conta Zecabega, “que ouvi do Nelson da Rabeca, ‘a gente nunca tá aprendido de tocar’. Essa frase me marcou porque a cada coisa que você faz, vai sempre aprendendo.”

A mostra de dez quadros pintados com tinta acrílica apresenta o desenho rigoroso de Zecabega, de traços surrealistas. Rostos femininos, temas musicais e aspectos da natureza (mar, selva, animais) constituem o universo visual do artista, cuja carreira musical começou ainda nos festivais universitários, nos anos 1980. 

Exposição pode ser visitada de segunda a sexta-feira, das 11h às 18h

Esta é sua segunda exposição no Café da Linda, abrindo a temporada 2022 da casa. Para o gerente artístico da Diteal, Alexandre Holanda, a retomada da programação musical, de poesia e literatura, de teatro e artes visuais do café traz de volta “o vigor” de um equipamento que se consagrou como um espaço cultural central e intimista. “Zecabega há algum tempo vem criando e inclusive ‘colecionando’ trabalhos visuais, que resultaram em uma série com identidade própria, apesar de ter sido construída aos poucos”, observa Holanda, destacando “os olhares e as faces diversas delicadamente colocadas” nos quadros em exposição. “As telas permitem ao público uma infinidade de interpretações, mas fica muito evidente que o artista ali está refletindo suas paixões e seus encontros pela estrada da vida.”

Reabrindo a programação do Café da Linda, o artista se diz 'feliz' por retornar a esse espaço

Zecabega diz ser “uma felicidade” voltar a expor no café, que interrompeu suas atividades culturais por conta da pandemia da covid-19. “Que bom que a gente está podendo retomar, que agora está sendo possível abrir a exposição. O Teatro Deodoro é uma casa que eu sempre frequentei. Estou muito feliz, o sentimento é de alegria.”

A casa abre de segunda a sexta-feira, das 11h às 18h. Nos dias de espetáculos nos dois teatros (Deodoro e Arena), fins de semana e feriados, segue os horários dos eventos.