Cultura

Festal apresenta espetáculos teatrais, musicais e circense em cinco semanas

Festival Alagoano de Artes Cênicas estreou nessa quinta-feira (30), seguindo até o dia 31; debates e oficinas também integram a programação on-line e gratuita

01 de Outubro de 2021, 10:30

Da Redação

O Festival Alagoano de Artes Cênicas (o Festal), cuja abertura ocorreu nessa quinta-feira (30), dá início neste 1º. de outubro às suas “Giras on-line” com uma série de espetáculos da capital e interior e atividades como oficinas e debates. Com transmissão gratuita pelo canal do Festal no YouTube, a programação pode ser acompanhada no site do festival.

Gira é o termo trazido do candomblé e da umbanda, religiões de matriz africana, que significa reunião e caminho”, explica o informativo enviado à Redação, relacionando os temas que serão apresentados em cada uma das cinco semanas do evento. São eles: 1ª. Gira: Cultura Popular; 2ª. Gira: Memória e Política; 3ª. Gira: Acessibilidade; 4ª. Gira: Gênero e Sexualidade, e 5ª. Gira: Cena Pretas/Negras.

'Um Túmulo chamado Pinheiro' é solo teatral de Alan Cardoso sobre o crime da Braskem

A 1ª. Gira — Cultura Popular, que começou nessa quinta-feira, acontece até o domingo (3), com shows, espetáculos dos artistas e grupos selecionados no edital; mesa redonda sobre cultura popular “e um bate-papo com todos que fizeram parte da semana”. “Desde a sua segunda edição, o Festal tem incluído recursos de acessibilidade comunicacional em suas programações, promovendo a abertura dos espaços artísticos que eram negados para pessoas com deficiência”, destaca o press-release do Festal, indicando que, nesta sexta edição, além dos recursos de libras e audio-descrição, “também haverão artistas surdes pautando suas vivências na cena artística”.

O grupo maceioense Corpatômica apresenta 'Mamilos'

A sexta edição do Festal foi contemplada com recursos federais proporcionados pelo edital da lei emergencial Aldir Blanc. A produção é da Rede de Artes Cênicas de Alagoas, composta por grupos e artistas independentes do Estado.