Especial

Projeto de livro e vídeo de contação de história se encerra com aula on-line

Luana Teixeira, autora do livro 'Minhoca Xinoca e a Canoa de Tolda', faz a exposição do tema 'Navegação no Rio São Francisco no Século 19: a Visita do Imperador e o Comércio de Escravos'; nesta quinta-feira (25), a partir das 19h

25 de Novembro de 2021, 10:17

Da Redação

O projeto de educação patrimonial, que promove ações de democratização da leitura e valorização do patrimônio cultural e ambiental do Baixo Rio São Francisco, “Minhoca Xinoca e a Canoa de Tolda”, encerra suas atividades nesta quinta-feira (25), às 19h, com a aula aberta on-line "Navegação no Rio São Francisco no Século 19: a Visita do Imperador e o Comércio de Escravos". Para assistir à exposição conduzida pela professora Luana Teixeira (do Programa de Pós-Graduação em História da Ufal), alunos do ensino médio e público em geral devem se inscrever no site aqui

A ação conta com o apoio do Núcleo de Estudos Afro-brasileiros e Indígenas do Instituto Federal de Alagoas. Nas primeiras semanas de outubro, o projeto fez o lançamento do vídeo “Minhoca Xinoca e a Canoa de Tolda”, que é a versão do livro em forma de contação de história. Todas essas ações foram realizadas com recursos da lei federal emergencial Aldir Blanc.

Mais de 800 alunos foram beneficiados pelo projeto

De acordo com a comunicação do projeto, a autora do livro, professora Luana Teixeira, traz para o público infantil uma história lúdica que remete a uma conscientização e preservação do patrimônio cultural alagoano e brasileiro. A personagem Minhoca Xinoca, do alto de um mastro de canoa de tolda, veleja uma embarcação típica do Baixo Rio São Francisco e, junto com um novo amigo, diverte-se ao som do coco de roda. A contação em audiovisual conta com a participação da atriz Ana Antunes e ainda de Juliana Barbosa (fazendo a locução da narrativa) e de Guilherme Sanches (tocando pandeiro). 

Mais de 800 alunos foram assistidos pela ação do projeto, com mil exemplares da segunda edição do livro físico sendo distribuídos para alunos de escolas públicas das cidades de Piranhas e Pão de Açúcar. A ação contou com o apoio da Editora Edufal e da Imprensa Oficial Graciliano Ramos, responsáveis pela edição e impressão da obra, respectivamente.

A autora Luana Teixeira diz que o livro trabalha questões de espírito aventureiro e natureza

“Todo o projeto é voltado para trazer visibilidade para o rio com o foco naquilo que ele tem de grandioso em termos culturais e históricos”, destaca Luana Teixeira. “Trazemos a canoa de tolda como principal elemento de valorização da região, que é uma forma de navegação antiga do rio, e através da historinha que é voltada para crianças em fase de alfabetização, trabalhamos com elementos didáticos e sensitivos como questões de amizade, espírito aventureiro e respeito a natureza.”

Para mais informações sobre o projeto acesse aqui