Cultura

Mostra Sururu exibe filmes em locais públicos em três bairros da capital

As produções serão exibidas em praças e outros locais públicos no Jacintinho, Osman Loureiro e Benedito Bentes; as sessões, gratuitas, ocorrerão a partir desta quarta-feira (15), seguindo até a sexta (17)

15 de Dezembro de 2021, 11:05

Da Redação

Na segunda edição da Mostra Sururu de Cinema Alagoano (exibindo filmes no formato on-line), a produção do evento — em decorrência do avanço da vacinação contra a covid-19 e a possibilidade da exibição de filmes em espaço aberto — programou "intervenções urbanas" em três bairros da capital, a partir desta quarta-feira (15), às 19h, seguindo até sexta-feira (17). Os bairros são Jacintinho, Osman Loureiro e Benedito Bentes.

Em três dias, em praças e “espaços estratégicos” serão exibidos filmes com o objetivo, segundo os produtores, "de apresentar o cinema realizado por alagoanos aos alagoanos". “A população”, destaca o informativo enviado à Redação, “terá a oportunidade de assistir aos 17 filmes da Mostra Oficial e aos 12 videoclipes que integram a nossa programação”. “Para participar das intervenções basta estar presente nos locais, no horário estabelecido pela produção. Pode levar sua cadeira, sua pipoca e toda sua galera.”

Fotógrafa Laryssa Andrade dirigiu o doc 'O Lugar que somos'

Realização do Fórum Setorial do Audiovisual Alagoano, com recursos do Sebrae Alagoas e incentivo da lei emergencial federal Aldir Blanc, a Mostra Sururu de Cinema Alagoano nos três bairros indicados a seguinte programação:

Quarta-feira (15) — 19h, Intervenção Urbana, na Praça do Terminal do Osman Loureiro — Av. B, Clima Bom, Maceió-AL, 57071-000. FILMES: “Do Circo à Lona”, 2021, documentário, 15’, Claudkelves Alves, Maceió; “A Última Saída: o Fim da Gruta do Padre”, 2021, documentário, 30’, Elias Melo Costa, Maceió; “Rua Humberto Lopes, a Rachadura de uma Comunidade”, 2021, documentário, 7’39”, Mark Nascimento, Flexeiras; “A Gente foi feliz Aqui”, 2021, documentário, 15’, Renata Baracho e Paulo Accioly, Maceió. 

Quinta-feira (16), 19h, Intervenção Urbana, na Praça da Formiga, Benedito Bentes — Praça Padre Cícero, Rua São Caetano, s/n — Benedito Bentes, Maceió-AL, 57084-040. FILMES: “As Histórias que não tive Memória pra esquecer”, 2021, ficção, 29’, Elizabeth Caldas, Maceió; “Não Existe Almoço grátis”, 2021, ficção, 18’19”, Rívis, Maceió; “O Lugar que somos”, 2021, documentário, 7’19”, Laryssa Andrade, Maceió; “Sereia”, 2021, ficção, 12’05”, Ronald Silva, Maceió; “Vaudeville”, 2020, ficção, 24’, Élcio Verçosa Filho, Penedo; “Olhares de Abobreira”, 2021, Documentário, 18’24”, Robson Cavalcante, Teotônio Vilela.

Sexta-feira (17), 19h, Intervenção Urbana na Praça Mirante do Jacintinho — Jacintinho, Maceió-AL, 57040-780; FILMES: “A Arte se chama Dimas Bezerra”, 2021, documentário, 16’, Johnatha Oliveira, Maceió; “Entre Rimas e Improvisos: As Batalhas de Rap em Alagoas”, 2021, documentário, 18’, Delanisson Araújo, Maceió e Marechal Deodoro; “Erêkauã”, 2021, híbrido, 1’, Paulo Accioly, Maceió; “Namorador”, 2020, híbrido, 07’11”, Allexandrea, Maceió; “Nazo Dia e Noite Maria”, 2021, documentário, 17’38”, Andréa Paiva, Penedo; “Relato Número Um”, 2020, documentário, 08’06”, Elizabeth Caldas, Maceió; “Inanna”, 2021, Experimental, 5’, Direção Coletiva, Maceió.